Mais Magenta - Mais Magenta, por Dani Cruz.
16 set 2014

O que eu vesti: Miley Inspired

Na onda dos posts de esquenta pro show da Miley, resolvi fazer um look do dia inspirado nas roupas que ela usa tanto no show quanto no dia a dia ! Claro que eu não ia postar um look de MAIÔ aqui, né?

LookMileyInspired5

Escolhi uma legging maravilhosa que eu estou AMANDO, da Fashion4Fit! Não é linda? Eu nunca tinha usado com cropped até esse dia, mas acho que fica melhor em meninas que tenham a silhueta mais fina do que a minha. O cropped foi comprado numa marca que esqueci o nome. Ambas as marcas expõem na feira que rola aos domingos no shopping Center 3, em São Paulo.

O colete jeans é da Emme, com bottons da liga de roller derby Ladies Of Hell Town e o sapato preto de tachas (sim, mais um) é da Di Fiori.

LookMileyInspired1 LookMileyInspired2 LookMileyInspired3 LookMileyInspired4

Fotos: Dave Armano

*esse post não é um publieditorial, e sim uma parceria. como contei aqui, o Mais Magenta foi convidado a ser blog embaixador da turnê* 

12 set 2014

Sexo e a Cidade

Quando eu era mais nova, achava que morar numa cidade grande ia me trazer muitas oportunidades de conhecer gente nova. Eu não estava de todo errado: aqui, de fato, tem muito mais lugares que eu posso frequentar pra conhecer todo tipo de gente, mas… E depois?

SexoCidadeMagenta

Eu assistia “Sex & The City” e pensava o quanto era um absurdo que ela procurasse amor em uma cidade como NY e não conseguia encontrar. O problema só podia ser com ela, porque as oportunidades estavam ali, certo?

Errado.

Claro, Carrie Bradshaw era maluca e tinha muitos problemas, é irreal que ela pague um apartamento em Manhattan com a grana de uma coluna e o problema de consumo desenfreado que ela tem, e ela deixou um cara perfeito como o Aidan passar, mas… Não somos todos assim?

Sair, ter encontros e dedicar tempo a alguém numa cidade como São Paulo é muito difícil. Começando pelo fato de que, muitas vezes, você demora duas horas só pra chegar em algum lugar – e quando chega está tão cansado que não consegue dar nem um sorriso decente, quanto mais o melhor de si…

Trabalhamos tanto, tantas horas por dia, com tanto barulho na nossa cabeça o tempo todo, que na hora do sexo é duas vezes mais complicado se entregar. Claro, que quando você está perdidamente apaixonado, tira uma energia sabe-se lá da onde e emenda 10 horas de trabalho com 2h de trânsito com um jantar, uma balada e o motel.

Mas nem sempre a gente consegue chegar a esse estágio incrível que é a paixão desenfreada, né? Fazer sexo na cidade exige uma dedicação de maratonista – além de muita vontade e muito gosto pela coisa.

Será que a vida louca das megalópoles estão acabando, aos poucos, com o romantismo? E será que um dia o sexo vai se resumir a encontrar alguém em um aplicativo e fazer só o que “tem que fazer” como se fosse uma obrigação social?

Eu espero que não. Pra mim, o frio na barriga que antecede o tesão ainda é a melhor parte.

Qual o segredo de vocês pra não deixar a conquista de lado e conseguir dar o melhor de si quando alguém vale a pena? Conta pra mim pelas redes sociais usando a hashtag #temqueserincrivel!

 

pospatrocinado

09 set 2014

Esquenta, Miley: os looks do show!

Miley Cyrus ficou famosa quando ainda era bem novinha, com sua personagem da série Hannah Montana. Por muito tempo ela ainda fez a linha santinha e tudo dava a entender que se ela seguisse com a carreira seria pra virar cantora de country americano… ledo engano.

antesdepois_looksmiley

A mocinha cresceu e na Bangerz Tour cobre uma parcela muito pequena do corpo em todos os looks. Sério, praticamente todos são duas peças, com calcinhas de cintura alta bem cavada em tecido reforçado. Valoriza super o corpo dela, que já é magra, mas eu sou suspeita pra falar porque tudo que envolve cintura alta já tem o meu amor!

Dá pra ver também que ela mantém um pézinho no country, principalmente por ser natural de Nashville, a capital americana do estilo musical! Ela usa botas de cowboy, tem um look bem folk-caricato com um chapéu e uma dentadura de dentes tortos e um body estampado com a bandeira dos EUA. Fora isso tem muita pluma, pelúcia e brilho em tudo! Escolhi meus favoritos:

favoritos_looksmiley

E aí, qual seu look favorito?

Os shows acontecem dia 26 de setembro na Arena Anhembi, em São Paulo, e também no dia 28 na Arena da Apoteose, no Rio de Janeiro. Você pode entrar no site pra mais informações sobre ingressos e como comprar! 

*esse post não é um publieditorial, e sim uma parceria. como contei aqui, o Mais Magenta foi convidado a ser blog embaixador da turnê* 

08 set 2014

O que eu vesti: Comportadinha

Não é sempre que eu estou de legging e coturno!

Às vezes a ocasião pede um look um pouco mais feminino. Confesso que tenho uma grande dificuldade em usar salto, principalmente esse da Melissa, mas ele é tão lindo que eu quis fazer um look com ele antes do bazar pós-férias que eu vou fazer pra me livrar de um monte de coisas no meu armário (e ter espaço para as roupas que vou trazer da viagem, heh).

LookComportadinha3

Esse look também serve pra mostrar que não é só porque você tem um sidecut que não pode fazer um estilo mais doce e que precisa ter uma atitude rocker o tempo todo. Um dos motivos de eu raspar o cabelo é porque tenho MUITO volume. Mesmo raspando, ainda tenho cabelo demais, então imagina como era antes! Nesse caso, prendi com dois grampinhos atrás e coloquei a franja mais de lado. Até sua vó ia me amar assim.

LookComportadinha4

LookComportadinha2

LookComportadinha1

Vestido C&A, Brincos 25 de março, bolsa Marisa, sapato Melissa.   

03 set 2014

#MagentaEmNY: Passagem, hospedagem e visto!

Eba! Como contei aqui, estou indo pra NY dentro de alguns dias e prometi que daria algumas dicas sobre a viagem!

Resolvi começar falando da passagem, passaporte e visto, que um monte de gente tem dúvidas. É possível sim organizar uma viagem sem ajuda de agência, é só se organizar e começar a pensar com antecedência.

PartiuNY

Passagem:

Eu comprei minha passagem pelo Submarino Viagens, mais de seis meses antes. Como eu estava juntando dinheiro, precisava que fosse o mais barato possível porque ia pagar a vista, então assim que decidi o período já comecei as buscas. Quanto antes você se organizar, melhor. Além disso, quando você compra a passagem não tem mais jeito e PRECISA juntar o dinheiro nos próximos meses. No meu caso, eu tinha seis meses pra me organizar!

Um mês antes da viagem recebi um e-mail da Submarino Viagens falando que os meus dois vôos haviam sido cancelados. É muito importante que você cheque constantemente o site da empresa e sua reserva porque essas alterações podem acontecer. Nesse caso,eles queriam me alterar pra vôos que fariam com que eu ficasse menos tempo em NY, mas eu não aceitei e eles são obrigados a alterar para o dia que você quiser. Eu resolvi ficar mais! Inicialmente ia ficar apenas 10 dias e agora ficarei 16, pelo mesmo valor. Eles só podem cobrar a mais se você resolver fazer o upgrade de classe, ou caso queira realizar uma nova alteração depois dessa primeira. Nessa ligação aproveitei e já marquei os assentos – quando você compra pelo site da companhia, normalmente pode escolher durante a compra, mas quando é por intermédio de uma dessas agências, precisa fazer pelo telefone.

Hospedagem:

A hospedagem depende muito do seu perfil! Eu planejava viajar completamente sozinha, então escolhi um hostel na região que eu queria e fiz a reserva pelo Hostel World. No Hostel é mais fácil você conhecer pessoas e socializar, mas na maioria dos casos você divide o banheiro e o quarto com outras pessoas. Eu peguei uma vaga em um quarto com quatro pessoas e o banheiro compartilhado com o hostel inteiro… Também escolhi um bairro em que eu sabia que sairia mais à noite, pra economizar com taxi. O hostel fica em Williamsburg, no Brooklyn – os rolês noturnos de Manhattan não são muuuuuito a minha cara.

Se você procura mais conforto, pode ficar em um hotel, mas os preços em NY são bem altos, ainda mais pra quem vai sozinho e on a budget. Se você vai com mais pessoas, pode alugar um quarto o apartamento inteiro no AirBNB! Dependendo da quantidade de pessoas fica bem mais barato e você conhece uma galera que moram na cidade e podem te dar dicas. Leia sempre as reviews de outros hóspedes antes de fechar! Essa dica também vale pra hotéis e hostels (por isso curto o Hostel World).

Passaporte e visto:

Outro dia a Karen Bachini, que também foi pra NY há pouco tempo, fez um post super explicativo sobre o processo de tirar o passaporte e o visto pros Estados Unidos! Você pode ir no blog dela pra ler.
Quando eu tirei o passaporte ano passado foi um inferno porque nenhuma data que eles tinham disponíveis funcionava pra mim e demorou uns dois meses. Depois disso ele demora um tempo pra ficar pronto, então recomendo que se você não tem passaporte ou precisa renovar, que faça isso com antecedência!

Já o visto foi mais rápido e o processo todo durou menos de três semanas. Eu entrei no site, paguei, fui tirar a foto e as digitais, fui no consulado americano, nem me perguntaram nada (dei sorte com o entrevistador) e me deram um visto com validade de dez anos.

-

Prometo tirar muitas fotos e fazer vídeos durante a viagem pra postar aqui depois. Fico fora até dia 22 de setembro e vou deixar posts agendados até lá – claro que não vou resistir e pode ser que eu poste algo durante a viagem, mas os comentários vão ficar sem resposta.

Você pode me acompanhar também no Instagram pra ver as fotos em tempo real :D

 

02 set 2014

A Miley tá chegando!

EBA! Estava ansiosa pra poder contar essa novidade por aqui.

Todo mundo sabe que a Miley Cyrus está chegando ao Brasil no fim desse mês pra uma série de shows, certo? As opiniões sobre a moça são bem divididas e normalmente ou você a ama ou você a odeia. E eu adoro!

MileyEmbaixadora

Fiquei muito feliz quando a T4F entrou em contato comigo para que eu fosse uma das embaixadoras da turnê da Miley no Brasil! Vou assistir o show de pertinho e contar tudo depois, além de alguns posts temáticos por aqui que servirão de esquenta pro dia 26, quando a cantora desembarca em São Paulo!

 

Na verdade eu não conhecia muito até ver uma performance de uma drag queen (a Laganja Estranja) que faz um medley com músicas dela. Aí comecei a prestar mais atenção na garota e me apaixonei pelo último album, muito diferente da imagem “mocinha certinha e fofinha”da época da Disney… com pegada de eletrônico e hip hop, letras tensas e aquela atitude doida característica da Miley.

É essa loucura dela que me fez gostar de vez. Podem falar o que for, que é fake, que é encenado, mas eu gosto! Ela dá a cara a tapa em diversas polêmicas e não tem medo do que vão pensar. Além do instagram da gata ser uma lisergia non-sense maravilhosa. Nem acredito nas montagens que ela posta, às vezes.

Os shows acontecem dia 26 de setembro na Arena Anhembi, em São Paulo, e também no dia 28 na Arena da Apoteose, no Rio de Janeiro. Você pode entrar no site pra mais informações sobre ingressos e como comprar!

*esse post não é um publieditorial, e sim uma parceria*

29 ago 2014

Playlist pra embalar a noite a dois

Vocês já foram jantar, tomaram um vinho, estão sozinhos e está aquele silêncio. É alarme tocando na rua, cachorro latindo, vizinha gritando com os filhos, casal do apartamento de cima transando alto enquanto vocês nem saíram dos beijinhos. Minha gente, que tal colocar uma musiquinha?

Uma playlist especial pra esses momentos não só ajudam a criar um clima super sexy, como também disfarçam esses outros sons que super podem distrair alguém na hora do sexo. Tenho um amigo que, enquanto estava com uma gata, o roommate via um jogo de futebol na sala. Ele se distraiu e acabou gritando gol bem na hora H!

Tenho algumas dicas infalíveis pra quem quer uma ajudinha musical na hora do sexo:

Durex_Playlist

1) Saiba o que a outra pessoa gosta. Você até pode achar legal transar ouvindo a Shakira cantar “Hips Don’t Lie”, mas a outra pessoa pode achar a coisa mais ridícula do mundo. Procure músicas mais neutras e que tenham uma levada sensual… Use o bom senso!

2) Crie sua playlist com antecedência. Pode parecer meio estranho ficar em casa criando uma playlist de sexo, mas só você sabe o que te excita e o que excita a pessoa que está afim! Em players como o Spotify você encontra playlists prontas, mas dê uma olhadinha antes pra ver se não tem nada muito for a da sua curva (ou uma banda que a outra pessoa odeia, imagina que corta clima…).

3) Você pode ir além e separar as playlists por tipo de sexo. Juro que funciona! Se quer algo mais animado, invista em sons mais pesados. Se acordou romântico, pode até rolar uma Lana Del Rey, um John Mayer… Nada disso deu certo? Tudo bem. É só perguntar pra outra pessoa o que ela gosta de ouvir, correr pra um serviço de streaming e apertar o play.

O que você mais gosta de ouvir a dois? Poste nas redes sociais com a hashtag #temqueserincrível!

Vamos montar uma playlist juntos? ;]

 

pospatrocinado

 

 

28 ago 2014

Desapegando pelo celular!

Daqui a pouco já é primavera e aposto que você acumulou um monte de objetos em casa nos meses mais frios. Tem aquele aquecedor que você nem chegou a usar porque não faz tanto frio assim na sua casa, ou tudo aquilo que você ficou com preguiça de dar um fim porque inverno é feito pra ficar embaixo do edredom mesmo. Tá perdoado!

Mas agora não tem mais desculpa! Porque não aproveita a mudança de estação pra liberar espaço e fazer a energia fluir na sua casa? A grana extra é super bem- vinda, ainda mais nessa época que a gente começa a fazer planos pro fim de ano, né?

A OLX existe desde 2006 no resto do mundo e tem mais de cem milhões de usuários por mês. Ela já está em 107 países, e chegou em São Paulo em 2011 pra atender às necessidades dos brasileiros. Afinal, se tem um povo que curte um desapego, é a gente mesmo.

PubliOLX1

Na OLX você pode anunciar vários tipos de coisas – de carros até computadores – e controlar todo o processo pelo celular! O aplicativo mobile é bem simples e intuitivo, e quando você cria seu anúncio ele até dá dicas de como fazer.

Eu fui testar o aplicativo anunciando um notebook que precisava vender com urgência. O anúncio é gratis e foi aprovado alguns minutos depois. Não demorou muito pra começar a receber mensagens de interessados em negociar.

O que você vai desapegar nessa estação?

28 ago 2014

Padrões, autoestima e #StopTheBeautyMadness

Quando li o post da Lia e depois um monte de outras blogueiras e amigas minhas postando fotos suas sem maquiagem na timeline achei uma grande coincidência. Eu estou numa semana péssima em relação à minha auto-imagem, ansiosa e chateada com meu corpo,  e pensei muito nisso ultimamente.

Antes de falar de mim, vou contar o que é o #StopTheBeautyMadness: uma campanha que incentiva as mulheres as postarem suas fotos como são, sem maquiagem ou tratamento, para acabar com os padrões loucos de beleza impostos todos os dias. Porque chega uma hora que a gente não aguenta mais. Todos os dias somos cobradas pra sermos magras, saradas, cabelo hidratado e liso, brilhante, loiras e maravilhosas. Mas ninguém é assim, gente. Nem Gisele é linda o tempo inteiro – ela já deve ter acordado com a cara inchada de chorar alguma vez na vida, sabe? Esses padrões são baseados em mulheres que muitas vezes nem existem, são frutos de muita maquiagem e photoshop.

StopTheBeautyMadness

Não estou falando que não existe mulher bonita, mas estou falando que o conceito de beleza que seguimos e buscamos é totalmente irreal. Quando eu vejo o instagram de blogueiras populares, inclusive o da própria Lia, eu quero morrer. Já comentei várias vezes nesses instagrams falando pras pessoas pararem de xingar e fazer comentários sobre a aparência “ah, você tá gorda com essa roupa” “nossa, você tá muito magra, o que aconteceu?” “nossa mas está muito vesga nessa foto” e outros absurdos que eu sinceramente não sei como as pessoas tem CORAGEM de postar em público.

Outro dia postei no meu Facebook que fico chateada quando falam “as gordas” e “as magras” como se fossem dois times de queimada, porque além de eu não me encaixar em nenhum desses times e isso me lembrar a época da escola, é uma absurdo que em pleno 2014 ainda exista esse tipo de divisão. Porque as marcas precisam fazer coleções especiais de plus size? Porque elas simplesmente não fazem do tamanho 34 ao 52? Porque tem “roupa de gorda”, se as gordinhas podem usar o que elas bem entenderem?

“Ah, Dani, mas é muito fácil você falar, é magra, saiu na VIP, mimimi”.

Comentei no post da Vic hoje que eu não me sinto bonita. E isso faz parte de mim desde sempre. Vou contar aqui sem querer me fazer de coitadinha ou pedir confete, mas pra vocês verem como essa busca por uma beleza bizarra é nociva: desde sempre eu fui o patinho feio. Era uma criança tímida, jogava o cabelo no rosto. Meu cabelo nunca foi liso nem cacheado, eu era magra demais, branca demais. Quando era adolescente, ouvi de uma amiga que os meninos nunca iam querer nada comigo porque eu tinha as pernas muito finas. Ouvi de um namoradinho que eu jamais seria “uma gostosa”. Eu tinha o cabelo colorido, usava roupas rasgadas, tinha uma banda numa cidade do interior. E cara, crianças e adolescentes podem ser muito cruéis na fase mais importante da formação dos seus conceitos sobre o mundo.

Quando cresci, talvez por ter a auto estima abalada pelo bullying que sofri na adolescência (sim, amigas de escola, vocês não percebem que praticaram bullying comigo, mas foi isso que aconteceu quando me excluíram de tudo porque eu não era bonita e arrumada o suficiente pra andar com vocês), me envolvi em relacionamentos emocionalmente – e às vezes fisicamente – abusivos. Cheguei a ouvir de um namorado que ele não sentia tesão em mim porque eu era gorda, quando tinha 1,70 de altura e 68kg.

Eu, hoje, não me acho bonita. Quando posto as fotos que saíram na VIP ou que a Valentina tira de mim, é como se fosse outra pessoa. Aquela Dani ali é uma Dani maquiada, com photoshop (tirando as fotos da VIP que foram feitas com câmera analógica), com cílios postiços, uma luz perfeita, uma roupa meticulosamente escolhida pra esconder minha barriga. É uma personagem. Não parece eu.

Eu sou essa aí, dessa foto, logo depois de acordar, descabelada e nua. Eu não tenho um corpo perfeito, eu não tenho um sorriso branco e retinho. Tenho celulite, estria, uma barriguinha. Eu sou assim.

Talvez eu esteja me expondo demais contando todas essas coisas aqui, mas achei necessário. Por favor, parem de buscar um padrão irreal. Se aceitem e sejam lindas como são. Usem maquiagem, sim, mas porque gostam – não pra parecerem uma outra pessoa. Façam academia, sim, mas pra ficarem saudáveis e se sentirem bem consigo mesmas – não pra para que os outros as achem gostosas.

Apenas PAREM com a loucura da beleza.

 

 

25 ago 2014

#SeEuFosseUmGaroto, eu…

A maior parte das meninas cresce ouvindo dois discursos bem diferentes um do outro. O primeiro diz que você tem tantas chances de vencer na vida quanto um garoto, e é só trabalhar e se esforçar que você chega lá. O outro diz que meninas e meninos são bem diferentes, e você precisa sentar como uma mocinha, se vestir como uma mocinha, brincar de boneca e não de carrinho, parar de falar palavrão porque isso é coisa de moleque.

Bem, quem me conhece sabe que eu nunca dei ouvidos para o segundo discurso – mesmo porque eu nunca fui a pessoa mais feminina e delicada, falo um monte de palavrões e sento de perna aberta.

Aí a gente cresce e vê que o primeiro discurso ainda está um pouco distante de ser totalmente correto. Que não, não somos respeitadas como os homens são. Que temos que aguentar todos os dias a falta de respeito, abuso, a desigualdade (em tantos aspectos…) no mercado de trabalho, e todo o resto.

SeEuFosseUmGaroto_Dani

 

Há duas semanas o site Elite Daily lançou uma campanha pedindo para que suas funcionárias contassem o que fariam se fossem garotos, com uma hashtag inspirada na música da Beyoncé. Eu achei isso inspirador, e pedi para que minhas amigas me ajudassem a lançar a campanha aqui no Brasil! Fiquei feliz por ter recebido alguns cartazes delas. Olha só:

SeEuFosseUmGaroto_Arielle SeEuFosseUmGaroto_Becca SeEuFosseUmGaroto_Cassolatto SeEuFosseUmGaroto_Malu

SeEuFosseUmGaroto_Nina

 

O que você faria se fosse um garoto, para que as mulheres sejam respeitadas como devem? O que os garotos precisam fazer para que a gente consiga chegar na tão sonhada igualdade de gêneros? Vamos aumentar essa galeria e essa campanha! Poste no Instagram ou no Facebook com a hashtag #SeEuFosseUmGaroto e participe também!


Fatal error: Call to undefined function dld_barra_mtv() in /home/maism840/public_html/wp-content/themes/blog2013/inc/options.php on line 312