Instagram

Follow Me!

  • Home
  • /
  • Category Archives: Comida
kittencafe2

Já pensou tomar café com bichinhos?

Imagina que você está tendo um dia estressante no trabalho. Seu chefe gritou com você antes das 11h da manhã, você não está conseguindo se concentrar pra terminar uma tarefa chatíssima e seu colega de trabalho não para de falar um minuto. O ar condicionado alterna entre o INEXISTENTE e a SIBÉRIA, a moça do café não sabe fazer café, e mesmo o café ruim acaba antes de você chegar na copa.

O que você faz? Isso mesmo, sai pra tomar um café na rua e ver pessoas se mexendo – olha só, ainda está de dia lá fora, que surpresa!

Mas sabe o que faria esse momento ainda melhor? Se no café você tivesse a maravilhosa companhia de… BICHINHOS. Gatinhos, cachorrinhos, PORCO-ESPINHOS. Sim. Essa é minha versão do paraíso, minha gente. E isso é possível em três lugares do mundo!

1. Café com porquinhos-espinhos:
Abriu no bairro de Roppongi, em Tokyo, um café que você pode ir brincar com esses espinhudos fofinhos. O local se chama Harry, que é uma brincadeira com a palavra japonesa pro nome do bicho (Harinezumi, ou ヘッジホッグ, segundo o maravilhoso Google Translador). O valor é 1,000 yen (R$35) em dias de semana ou 1,300 yen (R$45) aos fins de semana pra ficar lá de boa.

Uma foto publicada por Aruku (@shoma_aruku) em


2. Café com cachorrinhos

Nesse café além de brincar com cachorrinhos lindos de todas as raças, vira-latinhas, adultos e filhotes, tem um bom motivo: a intenção desse estabelecimento é incentivar a adoção dos dogs! Todos os bichinhos lá estão disponíveis pra adoção. Se prepare pra sair com um novo amigo. Vai que é amor à primeira vista? Chama The Dog Cafe e fica em Los Angeles.

 

3. Café com gatinhos
Seguindo o mesmo raciocínio – um cafe aonde você pode brincar com gatinhos para a adoção – o Lady Dinah’s Cat Emporium em Londres é um lugar que ainda bem que não existe perto do meu trabalho senão eu não sairia de lá NUNCA. Você toma seu chá com leite e dois torrões de açúcar ouvindo o ronron de um peludinho que ainda não tem casa. Melhor que terapia. Concorrência certa para psicólogos e analistas. Eu trocaria.

KittyCafe

Pronto, já tenho definido meu próximo tour mundial!

destaquepizza

14 coisas pra quem ama pizza!

Alguma coisa acontece no meu coração quando eu vejo uma pizza com a massa grossa e uma quantidade absurda de queijo – e não é uma artéria entupida ainda. É emoção, felicidade e paixão, mesmo. Eu AMO PIZZA! Não só amo comer como amo tudo que tem a ver com o tema.

Estou “de castigo” por uma espécia de promessa que fiz a mim mesma e não posso comer essa maravilha até maio, então ontem numa noite de insônia fiquei passeando pela internet procurando roupas e objetos temáticos e decidi vir mostrar pra vocês.

O AliExpress é o reduto do absurdo. Lá tem tudo o que você pode imaginar, mas também procurei coisas incríveis em outras lojas também. Se liga nos melhores:

MontagemPizza1

  1. Gatinho na larica (aqui) // 2. A pizza que tudo vê (aqui) // 3. Pizza Is My Bae (aqui) // 4. Brinco de fatias de peperoni (aqui)

MontagemPizza2

5. Case de celular (aqui) // 6. Travesseiro de crochê no Etsy (aqui) // 7. Peace-zza (aqui) // 8. WiFi Pizza Sweatpants Big Dreams (aqui) // 9. Brinquedo para gatos com catnip (aqui) // 10. Colar de fatia dourada ou prateada tipo pizzinha ostentação (aqui)

MontagemPizza3

11. Colar pra você dividir com outros 5 amigos uma fatia de pizza do amor (aqui) // 12. No Drama (aqui) // 13. Moletom de peperoni (aqui) //  // 14. Cordão de luzes com mini fatias de pizza – QUERO! (aqui)

E o prêmio QUERO do post vai pra essa bóia em formato de fatia de pizza que você pode plugar uma na outra se tiver mais de uma na Urban Outfitters (aqui):

MontagemPizza4

 

Acho que esse post foi o mais difícil de fazer da história da minha dieta. QUERO UMA MARGUERITA COM BORDA RECHEADA JÁ!

 

 

 

LOGO_gentileza

Como comer sundae de graça e ajudar quem precisa.

Que tal comer um sundae maravilhoso na faixa enquanto ajuda alguém que não tem condições de comprar uma cadeira de rodas?

O Fifties, hamburgueria delícia que tem filiais em várias cidades, lançou algumas semanas atrás a ação Gentileza Gera Sobremesa. O vídeo da campanha mostra o ‘flagra’ capturado nas lojas em que atores fingiam estarem com alguma dificuldade – uma grávida com desejo pelo último lanche da casa, um menino de braço quebrado tentando comer um beirute ou uma senhora que não conseguia ler o cardápio – e as pessoas que ajudaram e foram queridas ganhando uma sobremesa lá na hora. Olha só:

Mas você pode ajudar também! É só entrar no site do Projeto Giramundo, fazer uma doação a partir de 1 real e trocar seu voucher por um sundae Kibon em uma filial do Fifties.

O Projeto Giramundo doa cadeiras de rodas a pessoas com dificuldades de locomoção que não tem condições de comprar. Se cortar um beirute com o braço quebrado já é essa trabalheira toda, imagina ter que trabalhar, passear e tudo o mais pela vida inteira sem ter o equipamento necessário?

LOGO_gentileza

Então vai lá fazer sua boa ação e depois come o Sundae.

Aproveita e pede a batata frita com cheddar que é maravilhosa. Dica minha: chucha (alguém mais usa esse verbo? haha) a batatinha no sundae e seja feliz!

Eba Salada: delivery além da alface!

Outro dia vi no Instagram da Anne que ela havia pedido um delivery de saladas e fiquei com vontade. A onda ridícula de calor, que tirava até a fome, já passou, mas tem dias em que não dá vontade de comer as opções dos quilos daqui da região da Vila Madalena. Resolvi me inscrever no site do Eba Saladas e testar pra ver se era tão bom quanto ela estava dizendo!

Eba_Magenta

O Eba Saladas fica aqui na Vila Madalena e a área de entrega é reduzida, pois é feita por ciclistas. Como eles ainda estão em teste, as saladas tem um preço reduzido (R$20, mas vem muita coisa), e só são produzidas 50 unidades por dia (15 vegetarianas e 35 com carne). Todo dia às 10h30 eles mandam o cardápio do dia e você tem que correr pra fazer seu pedido, senão fica sem! Estou numa onda vegetariana então pedi uma opção composta por mix de folhas, shimeji e shitake no shoyo, legumes grelhados (abobrinha, cenoura, pimentão verde e berinjela), arroz 7 grãos, semente de girassol, molho tapenade de azeitonas.

Eba_Magenta1

A Salada chegou por volta de 12h30 e estava bem gostoso! Dei uma chacoalhadinha pra misturar o arroz com o molho e as folhas. Vem muito, eu nem consegui comer inteiro! A opção com carne tinha tiras de filé mignon ao invés dos cogumelos.

Se ficou com vontade, entra no site deles e vê se você está dentro da área de entrega. Depois, se cadastre e fique de olho no seu e-mail pra ver todos os dias o cardápio!

 

PS: Depois que fiz esse post descobri que o Eba Saladas é de uma ex-chefe minha! Oi Mari!

SucoVerde2

Suco Verde da Dani

Nos últimos tempos a internet foi inundada por receitas diversas do tal suco verde. O líquido de aparência bizarra promete mil e um benefícios, inclusive ajudar no emagrecimento e outras coisas. Eu acho que nada faz milagre nessa vida, mas não se pode negar que o suquinho tem um monte de vitaminas que ajudam em várias coisas (unhas fracas, retenção de líquidos, etc). Só que assusta aquele líquido verde e nojento no copo.

Gente, não é ruim. É bizarro colocar couve num suco? É sim. Mas é uma questão de costume. A Couve quase não tem sabor mas tem muitos nutrientes, então tudo depende do que você mistura! Vim dar a minha receita favorita pra tomar de manhã. Não encontrei ela em lugar nenhum, foi só um resultado de experiências. Também não sei exatamente no que ela me ajuda, mas sei que é gostoso e sacia minha fome de bisnaguinha às 8h da manhã! Quando eu tomo todos os dias minhas unhas ficam mais fortes (elas são super quebradiças) e eu sinto muito mais disposição para sair de casa.

SucoVerde2

Ingredientes:
Suco de 3 laranjas (espremido na hora, aproveita e já faz exercício pro braço)
Uma folha de couve
Meia maçã (com casca)
Um pedaço de gengibre do tamanho do seu dedão (vejam como sou específica)
Uma colher de chia ou linhaça, se quiser

Bate tudo no liquidificador por uns três minutos. Não é recomendado coar, então se você achar que ficou muito espesso pode colocar um pouco de água, pedras de gelo ou até mesmo mais suco de laranja. Depois é só tomar. É bem gostoso!

SucoVerde1

Tem algumas outras variações que eu faço às vezes como, por exemplo:
– água de coco + abacaxi + couve
– laranja + cenoura + couve
– limão + maçã + hortelã + abacaxi + couve

Ainda não provei aquele suco verde pronto da marca Do Bem e nem daquelas outras que entregam todos os dias. Alguém já? O que acharam? Às vezes é melhor pra quem não tem tempo ou liquidificador em casa, mas eu gosto do ritual de comprar os ingredientes e preparar meu suco. Uma dica pra couve não estragar na geladeira é bater com um pouquinho de água e congelar em formas de gelo – ela perde algumas propriedades nutritivas, mas não todas, e seu suco ainda fica geladinho.
E quem aí tem sentido os efeitos do suco verde? Conta nos comentários!

 

feirinha1dest

Eu fui: Feirinha Gastronômica

Domingo retrasado fui conferir a tal da Feirinha Gastronômica que tanta gente já havia falado – e postado no Instagram. Não me arrependi! O dia estava lindo, sol e frio. Lá fomos nós rumo ao número 309 da rua Girassol, na Vila Madalena, com estômago vazio e sem saber o que encontrar.

feirinha1

feirinha3feirinha2  feirinha4  feirinha6

A Feirinha, segundo os organizadores, é  “um espaço aberto para o encontro entre os amantes da boa gastronomia e os apaixonados por panelas e fogão. Parte feirinha hippie, parte experimentação gourmet, o evento traz barracas ao ar livre com chefs, estudantes, inventores, curiosidades e produtos da gastronomia de São Paulo.”. É um lugar que durante a semana funciona como estacionamento e lá são montadas várias barracas com todo o tipo diferente de comida. No dia que fomos tinha de paella a crepe, de quiche a raspadinha. Nham!

feirinha7 feirinha5

O espaço é limitado a 250 pessoas por vez. Chegamos lá por volta de 13h30 e tinha uma boa fila – mas que andou super rápido. Os preços estavam em torno dos 15 reais. Já fomos de cara num crepe gigantesco que estava uma delícia… estou sonhando com ele até agora. Chico ainda comeu uma paella e um outro prato que eu não me lembro muito bem o que era. Eu fui de sorvete. Dá pra ver qual será o cardápio da semana no site do evento, antes de sair, e ver se tem algo que te faça salivar ;)

feirinha8 feirinha9

Leve dinheiro trocado, evite o horário de almoço e não vá de dieta… porque é difícil resistir :˜

Feirinha Gastronômica
Todo domingo, das 11h às 19h 
Rua Girassol, 309 – Vila Madalena

#casalnacozinha: fizemos a receita ganhadora da promo do #DiaDoMiojo!

Essa semana, com fogão devidamente instalado e gás de butijão funcionando, fomos estrear nossa cozinha rosa – sim, ela é ROSA e combina com o blog – fazendo a receita que venceu a promoção do Dia Supermercado que rolou aqui no blog e premiou a melhor receita feita com macarrão instantâneo!

A vencedora foi a merecidíssima Telma, com uma receita que incluía legumes e shoyu… nham! Com vocês, as palavras da própria Telma ao nos ensinar essa receita incrível:

coloca o miojo pra fazer conforme as instruções. enquanto isso, corte em fatias BEM FINAS meia cebola, e frite em +ou- uma colher de azeite, até a bonitona começar a ficar morena. sabe aquele pacotinho de vegetais mistos congelados? imagine que eles já estão descongelados conforme as orientações da embalagem, e que vc já picou tudim. (eu curto a mistura tailandesa da marca Daucy, que vem brocolis, ervilha torta, cenoura e milho, mas se vc não tem isso vale usar o que tiver na geladeira: cenoura ralada, abobrinha, milho, ervilha, azeitona, palmito) Os vegetais? Junta com aquela cebola exxxxperta, dá aquela fritada de leve, coloque mais umas ervinhas desidratadas, como salsa/cebolinha ou o que tiver em casa. Estamos bem até aí? Agora vc junta shoyu, deixa mais um minutinho no fogo, junta o miojo já cozido e escorrido (é bom que ele fique “al dente”), chacoalha pra cá, chacoalha pra lá, e teu prato tá lindo. um miojo+um pacote de 300 gramas=jantarzim pra duas pessoas, tranquilamente. 

ps: o mesmo procedimento eu faço com aquele arroz branco sem graça de ontem, com a diferença de acrescentar páprica ou curry, pois cor é tudo de bom na vida.

Ficou uma delícia e tá super aprovado. Nossas adições já com o prato na mesa foi um tantico de alho frito e um pouquinho de queijo ralado. Fica divino! Ah, também fizemos dois pacotes, já que temos um ogro em casa (e não sou eu).

Estou ansiosa pelo próximo #casalnacozinha! Talvez estréie minha recém-adquirida wok. O que acham?

#casalnacozinha edição WINNING.

Semana passada compramos uma posta de salmão mas não fazíamos idéia de como preparar – eu não tinha nem feito arroz até pouco tempo atrás, muito menos salmão. No dia anterior minha mãe falou pra gente fazer com um creme e eu resolvi fazer creme de milho e purê, já que tava meio gripada mesmo e era o que tinha na geladeira.

Resultado: o melhor #casalnacozinha que já fizemos.

O creme de milho foi feito totalmente no chute – como a maior parte das coisas que tenho feito.  Coloquei o milho com água e tudo e um pouco de leite no liquidificador – nota, comprar um liquidificador novo antes que o atual exploda – e depois coloquei na panela com uma colher de maizena, mais um pouco de leite, sal, pimenta e meio tablete de caldo de legumes. Fiquei mexendo até ele adquirir uma consistência que eu julguei decente e pronto.

O salmão colocou pra marinar no mesmo esquema que tinha feito com a pescada, mas por muito menos tempo. Aí joguei na frigideira com um pouco de manteiga e esperei ele começar a desmanchar. Eu tenho PAVOR de peixe cru – comida japonesa, au revoir – então esperei ele ficar bem sequinho.

Gente, ficou uma delícia. O Chicó repetiu umas mil vezes e quase raspou a panela do creme de milho.

#casalnacozinha: edição WINNING

Olha, preciso dizer o quanto fiquei orgulhosa de mim e do Chicó nesse feriado. Nós superamos toda e qualquer expectativa – que era zero, já que queimamos macarrão e tínhamos feito omelete. Foi praticamente um Survivor na cozinha: sem ingredientes o suficiente, sem utensílios o suficiente (aguardem um chá de cozinha pros próximos meses), e principalmente sem SKILLS o suficiente nós fizemos no sábado à noite, depois de algumas cervejas e morrendo de preguiça…

Pescada Branca + Batatas Semi-Rústicas + Arroz Soltinho + Ovo Mexido


Como isso aconteceu, nem sei. Eu estava entediada, na geladeira tinha um saco de batatas há uma semana e dois filés de pescada branca que compramos na feira de domingo passado. Depois de arrasar o mundo no FrontierVille (tô construindo uma casa pra nós dois, sabe como é, cada um com a casa própria que consegue pagar) eu estava extremamente entediada enquanto o Chicó assistia o jogo do Grêmio. Tirei a bundinha da cama e fui pra cozinha.

Decidi que ia fazer batatas rústicas – que nem as que comemos sempre na Lanchonete da Cidade – mas só tinha três dentes de alho e não tinha alecrim. Ué, quem se importa? Cortei as batatas, com casca mesmo, depois de lavar. Coloquei numa forma com azeite, pimenta e sal e deixei no forno médio por um bom tempo, sempre checando se já era hora de virar pra dourar por igual dos dois lados. Nessa receita acho que foi o único erro da noite: eu já tinha colocado um pouco de sal, mas aí coloquei sal grosso e algumas batatas ficaram salgadas demais. Na próxima, ficar só com o sal.

Depois, o arroz. Tá, vocês podem estar rindo da minha cara mas eu nunca tinha conseguido fazer um arroz decente. Aí minha mãe ficou com dó e mandou um pacote daquele ‘Meu Arroz’, e se você erra seu arroz com isso é melhor desistir das panelas. Fica uma delícia, soltinho, branquinho…

E o peixe… a gente não sabia que demorava tanto pra descongelar. Depois dos séculos passados, deixei marinar (pros leigos como eu, deixa descansar num prato nesse líquido) os dois filés de pescada branca um pouco em azeite + sal + pimenta + suco de um limão. Daí foi só fritar, deixar despedaçar mesmo e pronto. Ficou UMA DELÍCIA.

Eu não uso muito medidas, vou sempre no olho e no deus-me-ajude. E no feriado ele estava de bom humor, porque ajudou :)

 

#casalnacozinha: onde achar receitas e dicas?

Vou ser sincera com vocês e falar que o Casal na Cozinha dessa semana falhou big time. O Chicó tentou fazer uma receita dele, sem eu meter o bedelho – pelo menos na maior parte dela, não consegui ficar fora de tudo. Mas foi no dia seguinte que nós assistimos o filme da Bruna Surfistinha – mais sobre isso em outro post – e eu tinha feito o download do livro. Ele deitou na cama pra ler comigo e pronto, o negócio queimou :(

Enquanto o fim de semana não chega pra gente fazer outras receitinhas simples e gostosas, vou falar pra vocês onde encontro inspiração pra me aventurar na cozinha! Em primeiro lugar, a feira. Amo fazer feira e ir junto com ele é demais. Ainda tô tomando coragem pra comprar uma peça de salmão e fazer algo bem gostoso!
Além disso, gosto de pesquisar receitas em sites de receitas. O site do Mais Você tem as receitas que a Ana Maria faz no programa – que eu não assisto, mas tem umas receitas bem gostosas por lá. O CyberCook e o TudoGostoso são os que eu mais entro, porque além das receitas oficiais do site também tem receitas que as pessoas mandam, e ainda dá pra comentar lá se gostou ou o que achou.

Um site muito legal que postaram no twitter outro dia foi o Foodily. É uma mistura de rede social com busca de receitas muito legal. Algumas são em inglês e talvez alguns ingredientes não sejam encontrados aqui, mas todos podem ser fácilmente substituídos com uma pitada de criatividade :) Você pode selecionar receitas que gosta e criar um evento no Facebook com seu menu pra convidar seus amigos pra uma dinner party!

12