Instagram

Follow Me!

  • Home
  • /
  • Tag Archives:  retrospectiva
4 (2)

5 momentos incríveis do meu 2014

Como esse ano não foi fácil pra ninguém eu pensei que elencar CATORZE momentos incríveis do ano talvez fosse forçar a barra. Em parte porque algumas coisas – por mais que tenham sido boas – eu não quero falar em público por serem relacionadas à partes muito pessoais da minha vida, mas também porque foi um ano super complicado, daqueles que você pensa que as coisas não estão indo pra frente, que tá tudo muito arrastado.

Mas não posso negar que coisas incríveis aconteceram pra mim esse ano. Escolhi cinco delas pra contar aqui e enquanto fazia esse post fiquei com um sorriso no rosto no meio de um dia difícil. Acho que só isso já fez valer a pena.

PedacinhoChile6

1. uma passadinha rápida pelo Chile
No primeiro semestre eu estava trabalhando com o Lollapalooza, e precisei ir no festival do Chile. Foi só um fim de semana a trabalho, mas foi muito legal! Eu dei uns rolês sozinha por Santiago, vi artistas de pertinho (o Julian Casablancas não toma banho), me senti muito livre pela primeira vez. A partir daí o bichinho da viagem me mordeu de vez. Eu contei mais sobre esse fim de semana em Santiago nesse post aqui!

 

4 (2)

2. ensaio na VIP
Também no primeiro semestre eu fui fotografada pela incrível Mari Caldas pra um ensaio na VIP. Não tive vergonha de mostrar os tetês na internet e o resultado ficou lindo, poético e muito de bom gosto. Adorei! Foi muito legal pra mim. Falei mais sobre o ensaio (com algumas fotos e o link pro ensaio completo) nesse post aqui.

 

MagentaEmNY3_5

3. conhecer NY
Uma viagem planejada por 28 anos não poderia ter sido menos esperada, né? Além do mais tive a companhia do meu namorado (a gente não combinou de ir juntos, foi meio que uma coincidência), e foi muito bom dividir isso com alguém que eu amo tanto.
Tem vários vídeos e posts sobre NY aqui no blog, já viu? Só ler os posts clicando aqui.

 

4. participar do teleton
Quem me acompanha no Instagram sabe que há pouco tempo eu participei da bancada online do Teleton! Foi de madrugada num horário meio estranho mas foi uma experiência muito legal. Espero que me chamem outros anos!

 

CagueiSinceramenteLegenda Boba
5. começar a gravar vídeos pro meu canal no YouTube

Esse ano eu comecei a gravar vídeos pro meu canal e foi muito legal. Ainda tô pobre, ainda não dá pra viver do blog, mas o que importa é fazer algo que a gente gosta passando uma mensagem na qual realmente acreditamos, né? Então se inscreve no meu canal pra não perder os próximos.

Além disso, muitas pessoas lindas participaram da minha vida de forma tão especial que nem sabem. Nos últimos dois anos eu me afastei de muitas pessoas por diversos motivos (bad vibes, falta de compatibilidade, mancadas diversas) mas hoje posso dizer que tenho poucos e bons amigos. Não posso deixar de citar quem esteve lá, me dando força e apoio em momentos muito importantes, nem que fosse só pelo chat do Facebook, me fazendo companhia em rolês bizarros, me dando bronca, abraço ou apoiando meus projetos. Anne, Debbie, Debas, Nina, Florence, Luli, Oliver, Mari Zanin, Dave, Bam, Delfino, Valentina, Juju Ropero e, claro, o Rafa <3
Espero que em 2015 a gente esteja mais próximo também na vida real :)

E vocês, já fizeram suas listinhas de momentos lindos de 2014? A gente acaba esquecendo algumas coisas e dando mais “valor” aos perrengues, então esse exercício de relembrar os bons momentos é muito importante. Eu tenho um plano pra guardar todas as coisas boas de 2015, mas conto aqui pra vocês ainda antes do ano novo.

trezecoisas1

Treze coisas que eu aprendi em 2013.

Esse ano foi especialmente difícil pra mim. Eu mudei muita coisa no meu corpo, coração, mente e estilo de vida. Precisei fazer muitas escolhas e conviver com as escolhas de outras pessoas que não eram as que eu tomaria. Não foi fácil, nem está sendo, mas vai melhorar. Sei que aprendi muito e continuo aprendendo todos os dias. A gente pensa que um dia vai passar por tudo, que sabe de tudo, mas na verdade não sabe. Sempre tem uma lição nova pra levar pra casa. Essas foram as treze lições que tirei desse ano cabalístico e caótico, mas que acaba muito em breve:

13coisas

1. Quem tem amigos tem tudo. Sejam trinta ou apenas um, se você tem alguém que te ama de verdade – um amigo, não um namorado ou coisa do tipo, por mais que seu namorado também seja seu amigo não é a mesma coisa – tudo vale a pena. Sou eternamente grata pelos amigos que tenho, que são poucos, mas são valiosíssimos. Esse ano foi difícil e vi como eles foram importantes pra mim.

2. A vida te dá rasteiras e tudo o que você pode fazer é começar de novo. Porque vai fazer o quê? Tem que seguir vivendo. Todo mundo passa por dificuldades. Dói, mas passa. Uma hora passa.

trezecoisas1

3. Recomeçar não é tão ruim ou difícil assim. Na verdade, pode ser até animador sair de uma situação cômoda. As pessoas seriam mais realizadas se estivessem sempre saindo de sua zona de conforto.

4. Sempre tem alguém pra te dar força. Se não tem, você precisa de amigos novos. Se os seus amigos desaparecem porque você está triste e depois voltam te chamando pra uma balada, eles são apenas seus colegas.
trezecoisas2

5. Aproveite cada momento feliz como se fosse o último. Porque um dia pode ser que seja e você vai se arrepender de não ter aproveitado.

6. Ame sem medo. O medo é um veneno e atrapalha o sentimento mais bonito que pode existir. O amor pode doer algumas vezes, mas não tenha medo de se arriscar: você pode estar prestes a viver a história mais bonita da sua vida e nem sabe.

7. Cuide de si. Não espere ninguém cuidar de você. Entenda como quiser: faça terapia, um esporte, uma dieta nova, saia mais, aprenda alguma coisa, tire um dia da semana pra arrumar o cabelo, qualquer coisa. O importante é se fazer carinho.

8. Beber água é importante, porra. Meu corpo mudou completamente depois que eu comecei a beber dois litros por dia.

9. A cura está em pequenas coisas. Remédios demais vão te deixar mais doente. Nem sempre você precisa de uma alopatia pra melhorar. Libere-se desses pequenos vícios.

trezecoisas3

10.  Descubra uma paixão, mesmo que você não viva dela. Eu tenho a costura, o blog, a escrita e um milhão de projetos na minha cabeça. Queria viver deles, mas não posso. Mesmo assim, sei que estão lá e é um conforto saber que tenho pra onde correr quando a cabeça ferve.

11. Fazer planos é uma terapia mesmo que não possa realizá-los no momento.  Planeje todos os detalhes daquela viagem que sempre quis, ou qualquer coisa que o valha. Começar a fazer os planos é o primeiro passo para realizá-los. Foco neles.

12. Se conscientizar dos seus erros te torna mais humilde e é o primeiro passo para mudar. E é difícil admitir que está errado, mas é um processo. Faça uma auto análise diária. Não se culpe pelas atitudes que não deveria ter tomado e se prepare para mudar no futuro. Faça somente o que faz bem pra você e pros outros.

13. Um ano é só um período de tempo, mas aproveite a virada pra se dar novas chances. Porque nunca é tarde pra recomeçar.

o que foi 2009?

é,  pessoal. hoje é dia 15 de dezembro. daqui a 15 dias será 2010.

não sei pra vocês, mas pra mim 2009 foi uma zona – um ano confuso em todas as àreas da minha vida. minha vida amorosa foi uma bagunça, as coisas nunca iam pra frente, era uma enrolação só com as poucas pessoas que me envolvi. me chateei, me magoei, chateei pessoas também. chorei bastante. senti coisas que não eram recíprocas. dei mais do que tinha pra receber e obviamente não dá certo. isso nunca dá certo. amor próprio em primeiro lugar, gente. sempre.

no trampo, foi bizarro: comecei bem, passando no curso abril de jornalismo – mas não fiquei nos 25 queridinhos que foram contratados como trainees e voltei pro meu estágio na nova. saí no finalzinho pra fazer um freela numa agência de publicidade que foi a pior decisão que tomei no ano, e em seguida fui participar do projeto da criação da revista Outro Estilo. como ser alternativo não põe comida na mesa, fui contratada na bbhouse, uma agência de publicidade que fica em cima do bar brahma e trabalho agora com o núcleo de bares. na esquina da avenida ipiranga com a são joão.

quase não consegui me formar na faculdade. peguei dp pela terceira vez na mesma matéria simplesmente porque a professora me odiava e teimava em não facilitar nada pra mim. com uma conversa envolvendo advogados lá pra meados de julho, resolveram me passar. assim, de repente. me custou um pen drive e alguns problemas psicológicos, mas terminei uma faculdade que nem sei mais se é o que eu queria fazer.

quase saí de casa pra morar com a karen algumas vezes. nosso apê favorito não deu certo. me fodi de grana pra limpar meu nome pagar a renner e nosso seguro fiança dar certo, e no fim não deu. e não foi nossa culpa. acho que fazem um teste de escrotidão quando você quer trabalhar no ramo imobiliário, porque a filha da puta passou outra pessoa na nossa frente na reta final.

meus amigos também passaram por maus bocados, principalmente nas questões do amor. namoros terminaram ou se  enfraqueceram, todo mundo tomando porrada atrás de porrada, vários socos no estômago. e eu sofri por ver as pessoas que eu amo sofrendo também.

eu quero que esses quinze dias passem rápido. porque agora no finalzinho eu estou vendo que as coisas podem dar certo, que tudo pode mudar. eu sei que ano novo é só um número que muda no calendário, mas acredito que a energia que colocamos em cima disso é que faz as coisas mudarem realmente. a quinze dias do fim do ano, eu tomei uma decisão muito grande em relação à minha vida.

algumas coisas (e pessoas) estão sendo deixadas pra trás. hoje é minha colação de grau. e hoje eu escolhi viver.

e eu sei que tudo vai ficar bem. as coisas estão se ajeitando, elas vão se ajeitar, e em 2010, meu amor… eu vou bombar.