Instagram

Follow Me!

  • Home
  • /
  • Tag Archives:  comportamento
5atitudes

Cinco atitudes pra um 2014 melhor

Começou o ano. Eu tirei umas férias do blog por uns tempos pra colocar a cabeça no lugar e repensar tudo o que eu quero pra mim e pro Mais Magenta em 2014. Tenho muitos planos e metas pra alcançar esse ano! Quando estava fazendo minha lista de coisas que queria em 2014, além de me dedicar mais ao blog, só tinha uma outra: ser uma pessoa melhor. E isso exige uma série de mudanças internas e um esforço imenso que preciso fazer. Mas como a gente faz isso? Levando uma vida mais leve!

Que tal começar o ano tomando uma dessas cinco atitudes pra ter um ano muito melhor que o último?

5atitudes

 

Aprenda uma nova habilidade. Se você sempre quis aprender a bordar, cozinhar, tocar um instrumento, aproveita a energia do começo do ano e vá atrás. Não precisa gastar dinheiro com um curso pra fazer o que quiser – a internet está aí pra isso! Você pode encontrar cursos online que são gratuitos ou baratinhos (se você entende bem inglês, visite o Coursera) ou vídeos no YouTube que ensinem praticamente qualquer coisa. Sério. Praticamente. Qualquer. Coisa.

Repense sua rotina. Se no ano que passou você estava cansado de fazer sempre as mesmas coisas, essa volta do recesso é ótima pra recomeçar. Aproveita que ainda tá todo mundo meio lento e se joga.

Comece um exercício físico. Porque você está há quantos anos colocando isso na sua lista de metas do ano novo, hein? Mas procure algo que você goste. Se você odeia academia, não adianta se matricular. Queridinha, eu e você sabemos que você vai gastar dinheiro à toa. Eu gostaria muito de fazer academia, mas gosto mais de aulas como luta, yoga e dança. Tem um canal que eu adoro no YouTube (eu disse que ele serve pra tudo) chamado Blogilates. Seja realista nas suas metas – não o faça somente pela imagem, mas sim pela saúde.

Faça uma limpa no seu armário. Limpe as energias se livrando do que você não usa mais e DOE. Você pode organizar um bazar com as amigas (mas pense que nessa época do ano tá todo mundo quebrado) mas pense seriamente em fazer uma doação para uma instituição de caridade. Com certeza vai ajudar alguém que precisa muito mais do que você e abrir espaço no armário, tendo uma ótima desculpa pra aproveitar as promoções de começo de ano e comprar coisas novas.

Se conheça melhor. Começe terapia. Trabalhe sua espiritualidade. Aprenda a meditar. Descubra o que te faz sorrir mesmo quando está triste. Entenda os motivos de qualquer tristeza. Reconheça seus defeitos e prontifique-se a mudar. Um monte de gente coloca perda de peso nas metas de ano novo, mas a mudança só é efetiva quando começa de dentro pra fora!

E você, o que vai fazer pra fazer com que 2014 seja incrível?

semana swu: dicas de sobrevivência (para pessoas anti-sociais ou não)y

ah, os grandes eventos. as pessoas suadas, fazendo merda; gente arrumando briga, tentando te beijar, caras chatos e inconvenientes; banheiro químico sem papel higiênico, comida cara. sinceramente? é a primeira coisa que eu penso quando cogito a compra de um ingresso pra um show desse porte. por isso, baseado (vou falar disso também, heh) em situações reais, criei o incrível guia de sobrevivência para pessoas anti-sociais, ingênuas, desavisadas ou distraídas como eu.

1) em hipótese alguma aceite drogas ou bebidas de estranhos. eu sei que sua mãe te disse isso a vida inteira, mas por experiência própria sei que no fim das contas a gente esquece. não importa  se é um cara muito legal que você conheceu já faz meia hora e você conversaram pra caramba e são tipo almas gêmeas: não aceite. já contei aqui que tomei boa noite cinderela e graças a Deus nada aconteceu comigo, mas poderia ter me dado muito mal. na mesma festa, aconteceu com outra menina.

2) não vá pro bosque/mato/atrás da árvore/camping de uma pessoa aleatória. não leve um cara aleatório pra sua barraca: galera, eu sei que hormônio é uma coisa difícil de controlar. mas é perigoso. esse é o tipo de conselho que eu gostaria de não ter que dar, mas vejo gente que conheço fazendo merda o tempo todo então é melhor reforçar.

3) por favor, não seja preso: estão dizendo que a política do festival é bem drug-free, com direito a cães farejadores (isso me arrepia só de pensar) na hora da revista. e eles vão revistar tudo mesmo – quem for ficar no camping do próprio festival não vai poder entrar nem com bebida alcoólica! jogada pra que as pessoas só comprem bebida da praça de alimentação? não sei. mas é melhor não arriscar pagar 30 reais numa garrafa de vodka que vai ser confiscada, ou pior: tentar entrar com drogas e ser preso, perdendo a chance de curtir o festival. não vou, nem posso, fazer apologia aqui a qualquer tipo de droga, mas acredito que cada um tem a liberdade de escolher usar o que quiser. lá dentro é que vai ser complicado. use antes, depois, dê um jeito. não quero amigo meu vindo contar que tomou coça de coxinha!

4) tome conta das suas coisas: já disse isso em outro post, mas reforçando: fique esperto com sua bolsa, mochila ou os itens que tiver no bolso. não dê mole com câmeras ou celulares, principalmente quando estiver no meio da multidão! também fique esperto na hora de entrar ou ir embora, quando as pessoas costumam se aglomerar e por causa do cansaço (ou ansiedade) nem se ligam do que tá acontecendo.

5) encontre seus amigos, mas não se irrite caso se perca deles: eu vou encontrar no mínimo umas dez pessoas lá em cada dia de festival. não tenho a mínima esperança de estar com todo mundo o tempo todo. eleger um amigo pra estar sempre do seu lado é bom. se você for uma pessoa mau-humorada, vale revezar o amigo, pra ninguém brigar! haha. eu entro em pânico de ficar sozinha no meio da multidão, mas se você não liga, apenas avise seus amigos que está tudo bem caso se perca deles.

6) se um cara começar a te encher o saco: dê uma de louca, vire as costas e vá embora. funciona quase sempre.

7) não arrume briga: você vai ser expulso do festival e não vai ver a banda que quer. as pessoas são folgadas e brigar não vai ajudar nesse momento – todo mundo ali quer ver o show, o problema é que nem todos receberam a mesma educação que você.

8) aproveite ao máximo: não é todo dia que acontece um evento desse porte aqui no brasil. conheça gente, se quiser. não conheça, se não quiser. aproveite com seus amigos, veja os shows, beba cerveja, faça xixi no banheiro químico. ouça coisas novas e abra sua mente pra elas. dê mole pra alguém. abrace seu namorado. chore no show da sua banda favorita. olhe pra cima, o céu estará estrelado. dê um montinho no seu melhor amigo. saia correndo pra abraçar aquela pessoa que você achou que não ia conseguir encontrar. dê um mosh, headwalk, entre na roda de pogo. saia com o corpo dolorido, mas feliz.