Instagram

Follow Me!

  • Home
  • /
  • Tag Archives:  abuso emocional
AbusoEmocionalTHUMB

Gaslight e Abuso Emocional

Esse vídeo foi muito difícil pra mim de fazer. Eu passei por um relacionamento abusivo e falar sobre isso é muito difícil. Mas sinto que é importante que esse assunto seja falado e se torne visível, porque hoje ele não é.

Hoje vou falar sobre Gaslighting e abuso emocional.

Alguns textos de apoio:

O que o amor (e as eleições) tem a ver com isso, no Música de Menina (o post da Debbie que eu menciono no vídeo)
Como Sobrevivi a Um Pesadelo, em A Confeitaria
O que determina um relacionamento abusivo e o que aprendi com os que vivi, no Girls With Style
Ballone GJ, Moura EC – Abuso nos Relacionamentos Íntimos
SOS Ação Mulher e Família (em Campinas/SP)
Endereços das Delegacias da Mulher em São Paulo

 

Namoro: predadores existem, sim.

Hoje vou falar de um assunto pesado, mas espero que toque alguém. Às vezes tem uma pessoa perdida por aí que pode se identificar, que nunca teve coragem de conversar sobre isso com um amigo ou parente.

Estava assistindo um programa na televisão chamado “Com quem $#@% me casei?”, que conta a história de pessoas que depois de se casarem descobriram que a pessoa tinha problemas muito sérios. Fiquei analisando meus relacionamentos passados, e pensando em algumas histórias que me contaram recentemente.

A gente acha que isso é coisa de filme ou novela, mas predadores existem, sim. Eu tive uma pessoa assim em minha vida e a melhor coisa que me aconteceu foi o namoro ter acabado. Você pode ter se relacionado com um e não ter nem reparado. Não importa se é homem, mulher…

Predadores são sedutores. Não precisam ser as pessoas mais bonitas do ambiente, mas vão te conquistar. Você conversa com o cara e ele parece ser super inteligente, namorou meninas bonitas, tem algum talento. Quando você vê, se apaixonou. Ele te trata bem, até ter certeza de que você não vai embora.

Predadores vão te colocar pra baixo e acabar com sua auto-estima. Eu ouvi coisas absurdas como “se a gente terminar, ninguém vai querer namorar com você, você vai ficar sozinha pra sempre”. A pessoa faz você acreditar que é burra, que é feia, que não é boa o suficiente. E isso é uma merda, porque é exatamente isso que eles querem. Esse tipo de gente se aproveita de pessoas que estão ou são frágeis. Como auto-estima nunca foi meu forte, eu atraía esses tipos a torto e a direito.

Predadores vão te trair, sim, simplesmente porque eles não dão a mínima. E como são sociopatas sem o menor tato, podem mentir descaradamente sem nenhum sinal de remorso. Ou pior, falar na sua cara que realmente te traíram e não estão se importando com isso. Eles podem se tornar violentos fisicamente, além do abuso emocional. Além de exaustivo, é perigoso. E você sente medo.

Muitas vezes, depois que você termina o relacionamento, eles continuam vindo atrás como se nada tivesse acontecido. Fazem de tudo pra você continuar sofrendo e não suportam a ideia de que você tenha seguido em frente.

Esse não é meu ex-namorado, mas poderia ser.

Esse não é meu ex-namorado, mas poderia ser.

Estou escrevendo esse post porque às vezes, como foi meu caso, a gente nem se liga de que está num relacionamento assim. Hoje eu namoro com alguém que me acha linda e fala isso não só pra mim como pra outras pessoas. Que me dá carinho, diz que me ama. E aí você vê a diferença e percebe que aquilo não era um relacionamento decente. Eu tenho um amigo que namorava uma menina assim e só percebeu depois de três anos. Um dia ele acordou e viu a tudo que tinha se submetido. Pegou as coisas e foi embora.

O que eu aprendi é que a gente nunca deve se contentar com pouco. Nunca ninguém pode te dizer que você não é boa o suficiente e precisa dar graças a Deus por ter alguém mesmo que essa pessoa não seja boa pra você. Eu já vi muitas pessoas nesse tipo de relacionamento e me corta o coração.

Você pode SIM, terminar a hora que bem entender. Ficar sozinha não é tão ruim quanto parece. Dê espaço para aparecer o amor de verdade e pra aprender a se amar antes de tudo.
E entenda: amor passa.

Principalmente quando você vê a furada em que se meteu!

PS: Se você acha que precisa de ajuda pra sair dessa, em São Paulo existe um grupo de apoio chamado Mulheres Que Amam Demais Anônimas. Você também pode procurar a ajuda de um psicólogo pra entender e buscar forças pra sair de uma situação de abuso. Em caso de abuso físico, SEMPRE denuncie e procure a polícia. Terminar não é o suficiente – ele pode agredir outras mulheres depois de você! Se você quiser, me escreva um email, minha caixa de entrada está aberta pra vocês.