Instagram

Follow Me!

quando seu príncipe vira um sapo.

a internet trouxe grandes males pros relacionamentos modernos, ouso dizer.

você conhece o cara – não importa muito bem como. facebook, twitter, balada, show. ele apareceu num cavalo branco sob um raio de luz colorida e te resgatou de uma torre. te deu o nome e você adiciona em algum perfil, no msn. começa a conversar. descobre que gostam das mesmas bandas, das mesmas músicas – e se não gostam, você se esforça pra saber do que ele gosta. manda sua música favorita pra ver se agrada e sorri sozinha quando ele diz que vai lembrar de você. mas, obviamente, sorri sozinha trancada em seu castelo, por detrás do monitor que brilha feliz em seu novo mundo colorido.

aí vem os gostos em comum. vocês falam de experiências de vida, conversam por horas. o tempo passa e você nem vê. ele te beija e tem zilhões de borboletas no seu estômago, suas pernas ficam dormentes, você tenta controlar a mão que treme, os beija-flores beijam as flores e os sabiás cantam felizes. ele te leva pra casa – pra sua casa – e você entra sozinha, olhando pra trás enquanto a carruagem se afasta ou até ele sumir nas escadas do metrô. em algum dia depois ele te liga, você não atende. ele aparece no msn dizendo que te ligou e você dá uma desculpa – ah, mas eu estava sem o telefone. ele fica louco, de repente te adora. apaixonado, fala que vocês vão namorar, que ele não quer mais ficar sozinho, que sente sua falta o tempo todo. você é a única em seu reino.

e você, obviamente, cai.

vocês fazem amor.

quer dizer… você faz amor.

ele faz sexo.

e o sexo é, de fato, incrível. você ouve os sinos tocarem, tem vontade de gritar, de chorar, de ficar ali pra sempre, de ligar pro seu melhor amigo gay e contar tudo. você quer mais, o que é ótimo, porque ele também quer mais. e aí se vão noites e fins de semana que você deixou de sair com seus amigos e ir em vários lugares legais porque queria ficar lá, fazendo amor e comendo pizza. os dias que você queria ir ao shopping mas ele queria ficar dormindo e você pensou que ok, afinal ia economizar uma grana. as tardes que você queria ir ao parque mas “era longe demais”. todas aquelas horas que um dia você fará questão de contabilizar mentalmente. aquelas horas que você passou fazendo amor, e ele passou fazendo sexo.

aí vem o pico, the plot, o grande momento. ele fica ausente – no msn, quero dizer. aquele botãozinho laranja, ridiculamente laranja. e ele responde suas mensagens de cinco linhas com smiles felizes e risadinhas de quatro letras a cada 20 minutos. se despede falando que vai em algum lugar, manda beijos e fica offline sem esperar você responder e meu deus, isso é a versão moderna de desligar na cara. você está sentindo ele chegando – não seu príncipe, mas o fim.

quando você percebe, vocês estão há dois dias sem se falar. chama ele pra fazer algo e ele diz que tem planos. você não sabe mais por quais pântanos ele anda, quais seriados assiste, que músicas preferidas anda ouvindo. o conto acabou.

ele foi embora no cavalo branco. mas, quando ele cruzou a linha do horizonte, desaparecendo do seu campo de visão, você ainda pôde ouvir:

– wé-bit.

  • Menina! Me manda algo pro PHD, vai? Você é ótima nisso!

    • hahah brigada amore… de vez em quando baixa a carrie

  • Nao acredito =(

    • claro que acredita, ka
      a vida é assim
      com todas nós

      há anos… ;/

  • complicado quando isso acontece. boa sorte pra sua amiga.
    beijos!

  • bedcompany

    :///////////

    i´m speechless, anjinho.

  • Ju

    A Princesas deveriam começar a roubar os cavalos dos príncipes e fugir para conhecer novos reinos! rsrs

  • Muito bem elaborada a sua constatação. Acontece, não com todo mundo, mas acontece. E, depois, quando nos damos conta do tempo perdido, tendemos a sentir um pouco de raiva. Mas qualquer experiência, por pior que seja, vale ser vivida. Nunca é tarde para recomeçar, ir ao shopping, sair com os amigos, etc…

    Beijoca.

    R.

    • exatamente.
      no fim das contas tudo acontece por um motivo.

  • Vergonha pelo gênero. Em nome da Ovelha que ele perca a orelha.

    • eleS, no caso. que se faça a profecia da ovelha então.

  • Pingback: Tweets that mention quando seu príncipe vira um sapo. « mais magenta -- Topsy.com()

  • hahahaha… aconteceu comigo… so que esse meio tempo durou 4 anos… e eu que escutei o wé-bit no final.. hahahahahha

  • Min

    meu Deus!
    Isso está acontecendo COMIGO!
    Você, literalmente, escreveu minha história!
    ME-DO! o.o”
    Hmmm, posso colocar o texto no meu blog com tooodos os créditos pra ti?
    *—-*
    Besos, linda.

  • E quando esse fim começa, meu deus…Que tortura. Você sente vontade de matar todos os emoticons que ele manda e insiste que dessa vez será diferente. Fica la que nem troxa, tentando fazer com que realmente seja, mas quanto mais vc tenta, mais se sente desprezada.

    Agora…Uma coisa eu sei: prefiro passar por tudo isso a ficar o tempo todo sozinha esperando que alguém apareça. Acho que prefiro o sentir (nem que seja a tristeza de quando acaba) do que o não sentir. Prefiro ficar muito triste por causa de algo que me fez muito feliz por um curto período de tempo ao inves de não ficar feliz por nenhum segundo.

    <3
    beijos.

    • eu também… aquela história: prefiro me arrepender do que fiz do que do que não cheguei a tentar.

  • é bem assim mesmo que acontece ! e´não é só com o prícncipe ( na figura masculina) :~

  • Tenha fé. Não é sempre assim. O problema é que não podemos esperar resultados diferentes fazendo sempre as mesmas coisas. As meninas são craques em sempre fazer as mesmas coisas e sempre se envolverem com pessoas erradas…

  • Min

    Hey ya!

    Posso colocar o seu texto no meu blog com tooodos os créditos pra ti?

    *—-*

    Besos.

    • ei querida, se prometer que vai colocar os créditos certinho, pode colocar sim.
      beijo.

  • Olá, Dani.
    Eu li quanse todo o seu blog, desde janeiro de 2008, encontrei ele por acaso, eu estava procurando uma lista de coisas para fazer antes de morrer…
    Comecei a ler os seus post, eu não consegui parar…
    Identifiqe-me muito contigo.
    Eu coloquei o seu texto “quando o príncipe vira sapo” no meu blog, coloquei to seu crédito e o seu site, espero que não se importe.

    Um beijo. Tudo de bom.
    Thai :D

  • Pingback: QUANDO SEU PRÍNCIPE VIRA UM SAPO « Nos Braços da Vampira()

  • Min

    Ah! Valeu, linda.
    Postado e creditado! :D Besos!

  • Pingback: Live Forever()

  • Poxa vida, me vi nesse texto aí….
    É como alguém disse aí, realmente somos craques em fazer as mesmas merdas e esperar finais diferentes.
    Tenso, por isso estou começando a anotar minhas resoluções pós decepções hahah. Te aviso se der certo :) Bjo