Instagram

Follow Me!

  • Home
  • /
  • Tag Archives:  vai gordinha

Roller Derby – esporte de mina foda.

É isso, tudo o que vocês precisam saber sobre Roller Derby. O post acaba aqui.

.

.

Brincadeira! Não posso deixar de fazer um post incrível cheio de fotos e vídeos sobre o melhor esporte do mundo.
Um ano atrás eu descobri a existência do Roller Derby, um esporte de contato sobre patins para meninas bad-ass e sem frescura. Na época existia apenas uma liga aqui no Brasil e fui começar a treinar. Por alguns problemas, parei e voltei há alguns meses atrás.

Debas me ensinando a dar whip de cintura no treino.

Mas Dani, como se joga isso? É assim: em cada jam – tempo – jogam cinco meninas de cada time. Quatro blockers (bloqueadoras, ou zagueiras) e uma jammer (atacante, marcadora de pontos, tem uma estrela no capacete). A função das blockers, que andam juntas no que chamamos de pack,  é bloquear a jammer do outro time e ajuda a jammer do proprio time a passar pelo pack. Dada a primeira volta, a jammer começa a marcar pontos. Cada vez que passa uma bloqueadora, é um ponto! Ah, a primeira jammer a passar pelo pack adversário é chamada de lead jammer e pode finalizar o jogo a qualquer momento. As bloqueadoras podem derrubar adversárias utilizando o lado do corpo, nunca dando cotoveladas, chutes, socos ou botando o pé pra garota cair. Isso é falta e pode tirar a jogadora do jogo!
Tudo isso acontece em dois tipos de pista: banked, que é inclinada, ou flat track, que é reta e a que as ligas brasileiras jogam!

Não entendeu minha explicação? Esse vídeo, em inglês, explica melhor:

Se você ainda não se apaixonou pelo esporte, assista o filme Whip It, com Ellen Page, Drew Barrymore, Juliette Lewis e mais um monte de minas lindas.

A gente usa toda a proteção – protetor bucal, capacete, munhequeira, joelheira, cotoveleira. O patins não pode ser inline – são os Quad Speed, que tem duas rodas na frente e duas rodas atrás, mais ou menos parecido com aqueles patins antigos – mas não é a mesma coisa e também não é patins artístico. Mas o mais legal disso tudo é que você vai ter um derby name, o nome da sua persona no roller derby. Esse nome vai pra um banco mundial de derby names que impede que tenham dois nomes iguais no mundo! Aí você pode encarnar a personagem e usar maquiagem, meia calça colorida, adesivo no capacete, o que mais te der na telha.

As Ladies gravando uma matéria pra MegaTV

A gente treina às sextas e domingos, e qualquer pessoa que se interessar pode ir assistir um treino e conhecer mais do esporte pra ver se quer começar a praticar com a gente! Pra saber quando e onde vão rolar os treinos, fica esperto na página da liga no facebook clicando aqui. Meninos também podem ir – precisamos de refs (juízes), staff e qualquer outra coisa que você possa ajudar! Pra se animar, assiste a matéria que a gente fez naquela foto ali acima :)

 

 

#casalnacozinha edição WINNING.

Semana passada compramos uma posta de salmão mas não fazíamos idéia de como preparar – eu não tinha nem feito arroz até pouco tempo atrás, muito menos salmão. No dia anterior minha mãe falou pra gente fazer com um creme e eu resolvi fazer creme de milho e purê, já que tava meio gripada mesmo e era o que tinha na geladeira.

Resultado: o melhor #casalnacozinha que já fizemos.

O creme de milho foi feito totalmente no chute – como a maior parte das coisas que tenho feito.  Coloquei o milho com água e tudo e um pouco de leite no liquidificador – nota, comprar um liquidificador novo antes que o atual exploda – e depois coloquei na panela com uma colher de maizena, mais um pouco de leite, sal, pimenta e meio tablete de caldo de legumes. Fiquei mexendo até ele adquirir uma consistência que eu julguei decente e pronto.

O salmão colocou pra marinar no mesmo esquema que tinha feito com a pescada, mas por muito menos tempo. Aí joguei na frigideira com um pouco de manteiga e esperei ele começar a desmanchar. Eu tenho PAVOR de peixe cru – comida japonesa, au revoir – então esperei ele ficar bem sequinho.

Gente, ficou uma delícia. O Chicó repetiu umas mil vezes e quase raspou a panela do creme de milho.

#casalnacozinha: edição WINNING

Olha, preciso dizer o quanto fiquei orgulhosa de mim e do Chicó nesse feriado. Nós superamos toda e qualquer expectativa – que era zero, já que queimamos macarrão e tínhamos feito omelete. Foi praticamente um Survivor na cozinha: sem ingredientes o suficiente, sem utensílios o suficiente (aguardem um chá de cozinha pros próximos meses), e principalmente sem SKILLS o suficiente nós fizemos no sábado à noite, depois de algumas cervejas e morrendo de preguiça…

Pescada Branca + Batatas Semi-Rústicas + Arroz Soltinho + Ovo Mexido


Como isso aconteceu, nem sei. Eu estava entediada, na geladeira tinha um saco de batatas há uma semana e dois filés de pescada branca que compramos na feira de domingo passado. Depois de arrasar o mundo no FrontierVille (tô construindo uma casa pra nós dois, sabe como é, cada um com a casa própria que consegue pagar) eu estava extremamente entediada enquanto o Chicó assistia o jogo do Grêmio. Tirei a bundinha da cama e fui pra cozinha.

Decidi que ia fazer batatas rústicas – que nem as que comemos sempre na Lanchonete da Cidade – mas só tinha três dentes de alho e não tinha alecrim. Ué, quem se importa? Cortei as batatas, com casca mesmo, depois de lavar. Coloquei numa forma com azeite, pimenta e sal e deixei no forno médio por um bom tempo, sempre checando se já era hora de virar pra dourar por igual dos dois lados. Nessa receita acho que foi o único erro da noite: eu já tinha colocado um pouco de sal, mas aí coloquei sal grosso e algumas batatas ficaram salgadas demais. Na próxima, ficar só com o sal.

Depois, o arroz. Tá, vocês podem estar rindo da minha cara mas eu nunca tinha conseguido fazer um arroz decente. Aí minha mãe ficou com dó e mandou um pacote daquele ‘Meu Arroz’, e se você erra seu arroz com isso é melhor desistir das panelas. Fica uma delícia, soltinho, branquinho…

E o peixe… a gente não sabia que demorava tanto pra descongelar. Depois dos séculos passados, deixei marinar (pros leigos como eu, deixa descansar num prato nesse líquido) os dois filés de pescada branca um pouco em azeite + sal + pimenta + suco de um limão. Daí foi só fritar, deixar despedaçar mesmo e pronto. Ficou UMA DELÍCIA.

Eu não uso muito medidas, vou sempre no olho e no deus-me-ajude. E no feriado ele estava de bom humor, porque ajudou :)

 

frustração bauducco.

estou presa em casa, com conjuntivite. acho que eles dão esses atestados pra você ficar dois dias em casa nem tanto pela doença ser contagiosa, mas pra ninguém se assustar na rua com a cara de monstro que a pessoa fica.

sábado eu tinha ido no supermercado extra com meus pais e a caixa de cookies da bauducco tava em promoção por 4,99. gente, CINCO REALEZAS numa caixa de cookies é muita alegria. vibrei de alegria e trouxe uma lata, que é em formato de árvore de natal – eles com certeza estão desesperados pra se livrar dessas coisas antes que dê o prazo de validade, já que os panetones também estão uma pechincha.

latinha de cookies bauducco, ainda fechada.

aí eu estou aqui em casa, chateada por ter que ficar vários dias sem ver meu namorado e trabalhando de casa – que eu não gosto muito, muitas distrações – quando penso: eba! tenho uma lata recheada de cookies gostosos pra me empanturrar de açucar e estragar minha dieta, mas compensando a conjuntivite!

aí eu corri pra cozinha e abri a lata.

lata depois de aberta:(

gente, vêm DOZE COOKIES só numa lata desse tamanho. e ainda pra disfarçar o espaço vazio quando você chacoalha eles colocam um negócio de plástico! como se isso não fosse o suficiente, as deliciosas gotas de chocolate no incrível cookie eram DUAS:

duas gotas de chocolate é sacanági.

estou frustrada. bauducco, não faça isso com seus clientes. é enganação. na próxima coloquem mais biscoitos ou façam uma lata menor :(

nota mental: continuar comprando chocookies.