Instagram

Follow Me!

  • Home
  • /
  • Tag Archives:  jagger

Cansei de ser gato, a melhor página do Facebook.

Se tem três coisas que eu amo na vida, elas são:
1) Gatos
2) Bichos fantasiados
3) A internet maravilhosa

Outro dia sei lá como fui parar nessa página do Facebook, Cansei de Ser Gato. eu ia colocar nos links da semana, mas não consegui escolher uma foto só. É maravilhoso! A pessoa (não sei quem é, mas tô muito curiosa) fantasia o bicho que cansou de ser gato e resolveu ser outras coisas.

994555_133489406860895_1262695550_n 1005185_133821036827732_849580279_n 971557_134569303419572_1066261404_n 526423_136037559939413_1827713187_n

Falando nisso, um dos nossos gatos (o Jagger) também cansou de ser gato e resolveu virar Paniquete. Tá até decorando umas coreografias.

Pra mais vídeos maravilhosos de gatos dançando, me siga no Instagram! Pra curtir o gato que cansou de ser gato, vá na página dele no Facebook.

Moves like Jagger – nosso filhote novo!

Eu sempre fui gateira. Eu e os gatos temos uma coisa, sabe como é? A gente simplesmente se dá. Somos almas parecidas, temos jeitos de pensar parecidos. Gostamos de um bom cafuné, mas às vezes queremos ficar sozinhos. As coisas tem que ser do nosso jeito e somos sempre os reis da casa. Sou uma humana felina, mesmo. Fazer o quê?

Quando o Mika foi morar numa outra casa, e o Pipo havia ficado morando com meus pais, eu me sentia muito sozinha. É como se eu, sem bichinhos, não fosse eu. Eu gosto de cuidar e amar essas bolas de pêlos. Então adotamos o Bowie. Esse ruivão chegou aqui com uns três meses e no primeiro dia não parava de miar. Miava comendo, miava usando a caixinha de areia, miava brincando e miava até dormindo! Depois que ele se acostumou com a gente, melhorou. A única mania é a de mamar na minha cabeça, afofando meu cabelo. Um bebêzão.

Mas o Bowie sempre foi um gatinho muito carente – quando chegávamos em casa depois do trabalho, ele não parava de miar até a gente sentar pra ele poder dormir no nosso colo. Quando viajamos, vimos que ele ficou estressado por ficar sozinho. Então adotamos uma companhia pra ele. Foi aí que Mick Jagger entrou em cena. Bowie ganhou um irmãozinho alguns meses mais novo e com um quinto do seu tamanho.

No primeiro dia achei que eles iam se estranhar. O gatinho estava super assustado e o Bowie ficava atrás dele o tempo todo, mas fazendo uns barulhos. Fingimos que nada estava acontecendo e fomos dormir. No dia seguinte, peguei o Bowie no ato dando umas lambidinhas na orelha do irmão.

Agora não faz nem uma semana que os dois estão juntos e já são um grude. Onde um vai, o outro vai atrás. Bowie acha que o filhotinho é um brinquedinho e tá sempre tentando morder e pegá-lo. Já o Jagger, quer mais é dormir. Os dois se uniram pra atacar minha cesta de pão, que já ganhou uma almofada e virou cama de gato. Fazer o quê… eles são os reis da casa mesmo.

PS: pra quem sempre me pergunta onde mandei telar as janelas, o telefone é 2641-0633. O cara fez um trabalho bom, um preço justo e foi bem rapidinho.

PS2: Tanto o Bowie quando o Jagger foram adotados na Confraria dos Miados e Latidos. O Pipo, que mora com minha mãe, foi adotado pelo Adote Um Gatinho. Não compre, adote! Tem muitos gatinhos sem casa por aí e você pode dar amor pra um deles :)