Instagram

Follow Me!

  • Home
  • /
  • Tag Archives:  ex
byebye

“Meu ex roubou meus amigos!”

Estava pensando que fazia um tempo que não rolava um consultório sentimental por aqui quando recebo este email de uma leitora com o seguinte trecho:

“Depois que terminei com ele, não tenho mais pra onde sair! Ficamos muito tempo juntos e todos os nossos amigos são os mesmos… agora meus amigos só saem com ele, ou chamam ele pra todas as coisas tb. Sei que nao posso pedir pra eles escolherem, mas nao quero sair com ele pois preciso superar esse fim. O que eu faço?”

byebye

Eu já me vi mais ou menos nessa situação uma vez. Mas o problema nem era os amigos e sim os lugares. Namorei um cara que não era de São Paulo e se mudou no começo do nosso relacionamento. Apresentei meus lugares favoritos e ele começou a frequentar sempre. Quando terminamos, eu tive que abrir mão de ir no lugar pra não ter que encontra-lo. E foi isso.

O problema em casos como o da leitora (que pediu pra eu não divulgar seu nome) começa durante o relacionamento, mesmo. É muito bom ter amigos em comum, mas o casal precisa ter duas vidas separadas. Seus amigos podem ser amigos do seu namorado, mas você precisa ter amigos que vão escolher você. E ele precisa ter amigos que vão escolher ele. Por mais que a gente queira ser um só, não tem problema ser dois em alguns momentos da vida. É saudável!

Se você se pegou na mesma situação e está se sentindo completamente sozinha, o jeito é começar de novo. No meu caso a internet sempre ajudou muito na hora de fazer amigos. Além disso, você sempre tem outros universos dos quais o ex não faz parte: seu trabalho, faculdade…

Começar do zero pode ser muito bom pra quem acabou de passar por um término traumático. Pense pelo lado bom: não vai ter muita coisa que te faça lembrar dele.

(Se estiver difícil, volte uns anos atrás no post sobre a Oficina do Desapego que eu fiz por aqui)

Existe amizade depois do namoro?

Semana passada fiz uma promoção no meu twitter dando ingressos para um filme da Katherine Heigl chamado “Como Agarrar Seu Ex-Namorado”. O filme não fala sobre como voltar com um ex, mas acabou gerando uma discussão no meu twitter que foi desde “o que fazer com a ex maluca do meu namorado” até “ex-namorado não pode ser seu amigo”.

Eu tenho muitas teorias sobre muitos desses assuntos, mas vou falar sobre ser amiga do seu ex – que costuma gerar uma discussão bem longa com todo tipo de opinião. Acho que namorar ou ter uma situação amorosa (que nem sempre é um namoro mas a pessoa acaba virando sua ex depois, generalizando) com alguém é delicado. E virar amiga dela depois é mais delicado ainda. Se você quer ser amigo de verdade de uma pessoa por quem já teve sentimentos precisa ter certeza de que:

1. Você não gosta mais da pessoa a.k.a. se ela aparecer com alguém na sua frente você não vai surtar nem um pouquinho;

2. Você não tem química ou sente tesão na pessoa, ou seja, num período de desespero não vai mandar um sms de madrugada (fazer isso é uma grande besteira desde que o mundo é mundo, tenho relatos tensos e fresquinhos desse tipo de situação);

3. Vocês terminaram em termos amigáveis, sem violência emocional ou física;

4. Vocês tinham boa convivência antes ou depois do namoro e mesmo tirando o fator paixão/sexo você gosta de conversar com a pessoa porque têm interesses em comum;

5. Já passou um tempo desde que vocês terminaram – não, não é possível ser BFF de ex uma semana depois do término. Dê um tempo, sim?

6. A outra pessoa se sente da mesma forma.

Eu juro que se esses seis pontos não estiverem BEM definidos, não vai dar certo – principalmente se tratando de um (ex) casal hetero, já que homens tem tendência a recorrer às ex namoradas para um revival quando estão numa fase difícil. Se mesmo com os quatro pontos definidos seu ex quiser um revival… bem, ele não é seu amigo, gata. Ele só quer te comer.

Sempre defendi que você pode sim ser amigo das pessoas que já namorou porque se a pessoa tinha algo legal o suficiente pra fazer você se apaixonar, é porque tem algo que você goste como ser humano. Mas, enfim, eu mesma tenho um ex que está aí pra provar que não é bem assim. Mas isso é pessoal demais já que muitas vezes bons amigos não são bons namorados. E também, bons namorados podem ser péssimos ex-namorados.

Entre meninas gays é muito comum ser amiga da sua ex. Tem um fenômeno conhecido como rebuceteio: sua ex namorada começa a namorar uma meinna que você já ficou, que é ex namorada da namorada atual da sua melhor amiga e por aí vai. Às vezes, claro, dá xabu. Mas não consigo explicar porque é mais suave a transição namorada-amiga entre mulheres. Talvez porque o mundo gay seja tão minúsculo que se você quiser ter amigos ou namorar de novo vai ter que se acostumar com o fato de que sua namorada já pegou alguém que você conhece.

Resumindo? Tudo depende de como você se sente, da personalidade das duas pessoas (gente maluca tem aos montes) e da circunstância. É um risco. Saiba que a qualquer momento pode acabar assim:

Not cool.

Mas e aí, vocês acreditam em amizade pós namoro?

 

Como se livrar de um bully sentimental.

Fico triste quando vejo pessoas sofrendo por namoros que terminaram ou que são completamente destrutivos. já passei por isso anos atrás e, infelizmente, não foi uma vez só. Não é todo mundo que tem a sorte de achar um Chicó na vida. Tive conversas sobre isso com QUATRO pessoas diferentes esse fim de semana e, por isso, resolvi fazer um post.

O que eu sei e posso dizer é que seguir em frente é uma atitude que só depende de você. Não adianta suas amigas te apresentarem pessoas novas, sua mãe fazer seu bolo favorito, seu amigo gay te levar pra comprar roupas: nada vai melhorar enquanto você continuar deixando a pessoa que te machuca fazer parte da sua vida. Nem sempre isso diz respeito à um(a) ex. Pode ser um amigo ou amiga, um atual, uma pessoa do trabalho. Assédio moral pode vir de todas as partes.

Infelizmente nesse tipo de situação qualquer atitude piora tudo. Brigar, discutir ou tentar conversar nem sempre adianta alguma coisa, principalmente se você está lidando com um típico bully. Algumas pessoas realmente gostam de ver outra sofrendo e é um absurdo que alguém possa ser assim, mas essas pessoas existem de verdade e passei anos tendo o azar de tê-las cruzando meu caminho.

A única coisa que você pode fazer é viver sua vida. Ignore e-mails, mensagens. Não se defenda de coisas que não fez. Diga o que pensa uma vez só e não fique o tempo todo desviando de pedras. As pessoas cansam de serem ignoradas em algum momento. No começo, ficarão putas porque não vão conseguir admitir que você seguiu em frente e está feliz. E, talvez, isso nem seja a realidade, mas você precisa acreditar que é e querer isso. Eventualmente a pessoa começará a focar-se em sua própria vida. Isso pode levar dias, ou meses, mas você precisa ser forte e aguentar o tempo que for.

Por isso, passo pra vocês o conselho que dei pra uma amiga: olhe no espelho amanhã de manhã e fale pra si “a partir de hoje não vou deixar isso me machucar” e foque todas as tuas atitudes nisso. Ninguém fica bem sem realmente querer e a tristeza pode realmente ser algo viciante. Você se vê num ciclo vicioso de violência sentimental e é difícil sair disso.

Força de vontade e amor próprio. É só disso que você precisa.

PS: O gif da Claudia Leitte não tem nada a ver com o assunto. Foi só pra descontrair.