Instagram

Follow Me!

  • Home
  • /
  • Tag Archives:  emagrecimento
Emagrecer3

#MagentaSaudável e um plano pra entrar em forma.

Quem lê o blog faz tempo sabe que eu costumava ter uma hashtag #MagentaSaudável e que não é a primeira vez que eu tento criar uma rotina com mais saúde pra mim.

Há algum tempo eu não estou feliz com meu corpo e isso vem me chateando muito. Fico ansiosa, desconto na comida, aí fico triste porque engordei e tudo vira uma bola de neve.

Emagrecer2

 

Sei que muita gente tem esse problema, assim como outros virão falar que eu “não estou gorda” ou que estou tentando entrar num padrão imposto e blá blá blá.

Só eu sei como meu corpo deve ser para que eu fique feliz. Não é o padrão de beleza, porque eu nunca vou ser o padrão de revista, mas eu não me sinto saudável. Não é só pela estética, mas pela saúde. Eu canso fácil, meu corpo parece que não me ajuda.

Isso é por causa do meu sedentarismo e da minha alimentação. Eu sei que sou intolerante a lactose e mesmo assim tenho muita dificuldade de cortar queijo e leite do meu cardápio. E eu estava há muito tempo sem fazer exercícios até mês passado.

Decidi que precisava fazer alguma coisa pois só depende de mim começar essa mudança. Então me matriculei na Fitsport, uma academia superboa aqui em Higienópolis/Santa Cecília, região que moro em São Paulo. Os professores são atenciosos e tem aulas legais como funcional, muay thai e pilates. Estou tentando ir todos os dias mas como eu estou super fora de forma, às vezes fico dolorida nesse começo.

Outra atitude importante foi marcar uma consulta com uma nutricionista funcional, que acontece essa semana. Ela vai me ajudar com uma reeducação alimentar. Eu sempre tive dificuldade com isso pois mesmo com a intolerância a lactose as nutricionistas me passavam dietas com queijo branco, requeijão light…e por mais que eu ame essas coisas, elas não me fazem bem.

Quem tem intolerância sabe que um dos sintomas é o inchaço abdominal, e é o maior vilão pra quem quer ficar em forma. Então a nutri vai me ajudar a me alimentar melhor, escolhendo uma dieta em que eu não passe mal e tenha mais disposição pra alcançar meus objetivos – e ser mais feliz!

Eu fiz um plano de metas pra me ajudar a emagrecer. Vou precisar de muito auto-controle nessa hora, mas é bom que mato dois coelhos com uma cajadada só: economizo dinheiro e tenho um estímulo maior pra focar na dieta e nos exercícios. O plano é o seguinte: eu vou me privar de várias coisas que gosto, como comprar maquiagens e roupas, tomar drinks, comprar livros novos. A cada dois quilos perdidos, eu posso fazer uma dessas coisas. Também tem outras metas, como ficar um determinado tmepo sem refri, lactose ou pizza (minha comida favorita).

Emagrecer1

Ainda não defini alguns dos prêmios, mas estou pensando. Quem tem sugestões?

É isso. vou postar meu progresso por aqui, contar como foi a conversa com a nutri, dividir minhas dicas e frustrações também.
O blog é algo que faço com amor, e nada mais justo do que usar ele como impulso pra conseguir, de uma vez por todas, me tornar mais saudável.

Vamos nessa?

 

Magenta Saudável: reeducação Alimentar e volta pra academia.

Lembra que essa tag chamava ‘diário de gordinha’? Pois é, me deu um estalo que talvez ficar o tempo todo falando que sou/estou gordinha não seja muito bom pro processo. Como o objetivo não é só perder peso e sim ter uma vida saudável, mudei a tag :)

Uns dez dias atrás fui na nutricionista da academia. Ela foi uma fofa, conversou uma hora comigo, entendeu todos os meus hábitos e horários. Eu disse que quero perder peso, mas o principal objetivo é reeducação alimentar. Ela me passou um plano de alimentação perfeito, não deixo de comer nada. O principal objetivo da reeducação alimentar é aprender a comer e não fazer uma dieta. Porque, pra mim, dieta não funciona. Você passa um mês na loucura da Dunkan, perde 5 quilos, e depois quando acaba se joga em um monte de besteiras e ganha tudo de novo. Quando você aprende a comer, vira um hábito pra vida inteira!

Meu principal problema era não tomar café da manhã, o que me levava a chegar na hora do almoço com a maior fome do mundo. Agora eu sempre como algo antes de sair de casa, e faço lanchinhos de 3 em 3h. Frutas, bolachinhas integrais… Então na hora do almoço e da janta não estou com essa fome louca e consigo comer normalmente e ficar satisfeita. Além disso, tô tomando água como não fazia há tempos. Você se acostuma tanto que se passa muito tempo sem beber fica com sede, como se teu corpo te lembrasse ‘olha, tá na hora de beber água de novo’.

Além disso, estou voltando pra academia. Já fiz um treino novo e estou empenhada na esteira. Também está nos meus planos fazer Muay Thai e Jump. Vamos ver até onde meus horários doidos permitem… O plano é ir pra academia três vezes na semana às 6h30, correr na esteira, fazer o treino de musculação e, quando der, pegar uma aula de jump. O muay thai é às quintas à noite e sábados à tarde, ainda estou vendo qual horário é melhor pra mim.

Essa semana comi direitinho e tirei fotos. Criei um tumblr pra postar o que tenho comido e não ficar enchendo aqui com fotos de comida! Mas depois vou dar uma receita de um hambúrguer caseiro que eu fiz. Magrinho e delicioso. O Chicó nem percebeu que era super light ;)

 

#MenosDez – update, metas e medo de dieta.

Pessoal, comecei a malhar na academia. A primeira semana fiquei só fazendo pilates e yoga, mas agora montaram minha série e começo a musculação que ainda está light. Percebi que tenho muito mais força nas pernas que achei que tinha, talvez por morar num prédio sem elevadores que fica no fim de uma ladeira – hehe. Preciso começar uma aula pesada de aeróbico e essa semana vou testar o spinning!

Fiz a avaliação física e, no fim das contas, estou bem melhor do que pensava. Estou com três quilos a menos do que achei que estava, o que torna o #MenosDez um #MenosSete, né? Mas vou continuar com a tag como está. O importante não é tanto perder peso, e sim perder medidas – como abdome e coxas. Principalmente o abdome, pra perder a pancinha.

Me disseram que é importante colocar uma meta de tempo. Então a minha é a seguinte: quero chegar aos 58 quilos em três meses. O que significa que em julho eu tenho que estar com o corpo que quero estar. São sete quilos e muitos centímetros perdidos com a ajuda de dieta e esporte.

Só que estou com um problema: vocês já sentiram medo de começar uma dieta? Me passaram uma que é rígida, mas tem resultados: a dieta Dukan, que ficou famosa porque a Kate Middleton se alimenta baseando-se nela. Os primeiros dias, chamados de ‘fase de ataque’, são muito rígidos. Ok, são só quatro dias, mas mesmo assim EU NÃO ESTOU CONSEGUINDO COMEÇAR. Dá um pavor. Vocês já sentiram isso?

Se quiser saber mais da dieta Dukan, achei essa matéria no M de Mulher.

Ah, também sobre metas: estou criando pequenas metas semanais e vou dividir aqui com vocês. A dessa semana é:

Não tomar refrigerante até domingo.

O que vai ser difícil, porque eu adoro refri :~
Vamos lá!

Diário de gordinha.

Fiquei pensando se deveria colocar esse título ou não. Sempre que digo que estou acima do peso levo pedradas digitais de gordinhas espalhadas pela interwebz. Aí me lembro que o blog é meu, então posso colocar o título que eu quiser.

Uns meses atrás eu estava super infeliz com meu corpo. Depois de anos usando manequim 38, fui subindo lentamente até o 42 ficar apertado. Os vestidos e blusas M ficavam mais justos, eu tinha uma gordurinha na costela que não sabia que existia, estrias roxas surgiram nas minhas coxas e uma barriguinha bem indesejável começou a me incomodar. O culote estava bem apertável e a bundeira – short acolchoado que uso como proteção no roller derby – não entrava direito, chegava a me machucar. Eu estava perdendo todas as minhas roupas e cheguei ao ponto de chorar num provador da C&A ao me olhar no espelho de corpo inteiro. Pesando 71 quilos (e 1,69 de altura), fui ao médico.

Os exames que fiz provaram que não era frescura de uma menina com TPM. A taxa de gordura máxima que podemos ter no corpo é entre 20 e 25% – eu estava quase passando dos 37%.  Meu peso ideal é 58 quilos, o que pesei por muito tempo. O médico me deu toda razão em ficar triste e falou que eu precisaria muito fazer dieta antes que começasse a ficar doente.

Minha intenção não é perder peso, e sim perder medida. Comecei com as meninas do roller derby um projeto chamado Derbalife, que consiste em fazer os exercícios do roller derby, exercícios complementares e substituir duas refeições do dia por shake de Herbalife. Escolhi substituir o café da manhã e o jantar. É muito importante comer de 3 em 3h e tomar água o dia todo. Também tomamos um chá gostoso e vitaminas que ajudam a nos fortalecer. E assim foi o primeiro mês.

Cheguei no fim dele agora pesando, pasmem: 64 quilos. São sete quilos a menos em um mês. Voltei pro manequim 40, as camisetas M já me deixam respirar e não me sinto mais tão horrível. Perdi DEZ centímetros de barriga – perder medidas é mais importante do que perder peso, porque quando você faz exercícios ganha massa muscular. Sei que agora fica a parte mais difícil: voltei a trabalhar e preciso me reacostumar com a rotina de tomar o shake, a água, o chá, as frutas…

Por isso resolvi contar tudo isso aqui! Vou vir semanalmente contar como estou lidando com isso e quem sabe incentivar mais meninas a virem comigo nessa vibe de vida mais saudável :) Assim tenho um incentivo pra não desistir agora que estou a ‘apenas’ seis quilos do ideal!