Instagram

Follow Me!

  • Home
  • /
  • Tag Archives:  cachorros
Bowie_Patinhas

Ajude nossos amigos de patinhas! =^.^=

A gente já tá no meio de novembro e eu ainda não fiz o post de outubro do Rotaroots, especial mês da proteção animal! Mas nunca é tarde pra ajudar um amigo de patinhas, né?
Acho que já contei aqui a história dos meus bichinhos, mas vou contar de novo rapidinho porque faz muito tempo!

Em 2004 eu adotei o Pipo. Depois que mudei pra São Paulo (em 2002) meu pai não queria ter outro bicho, ele não gostava muito de gatos, então meu namorado da época me ajudou a enfiar o gato lá em casa e minha mãe acobertou até o dia que não deu mais pra esconder. O Pipo é um gato vaquinha que tinha apanhado quando recém-nascido, e ficou debaixo da minha cama por dias antes de começar a querer andar pela casa. Meu pai, com o tempo, foi aprendendo a amar o bichinho e hoje em dia eles são super grudados, vêem televisão juntos e roncam igualzinho.

O Pipo ficou com meus pais quando eu saí de casa e fui morar com um ex, que dizia ter alergia a gatos. Adotamos um cachorro, o Mika, que eu morro de saudades… mas ele era super hiperativo e a gente não conseguia dar a atenção que ele merecia, ainda mais morando em apartamento, então arrumei uma casa maravilhosa pro Mika morar com uma mamãe que pudesse dar todo o carinho possível que ele demandava.

Eu fiquei deprê com isso e me sentia muito sozinha, então acabei pegando um gato (e no fim a história da alergia era furada). O Bowie é um ruivão peste que chegou causando desde o primeiro dia. Como ele ficava muito carente, um tempo depois chegou também o Jagger, e eles viraram amigos instantaneamente.

Eles são super grudados e muito apegados a mim. Quando eu estou triste, eles me fazem companhia, ficam me fazendo carinho e dando lambidinhas no meu rosto.

Eu não sei explicar o amor que sinto por esses bichinhos, e não saberia dizer como é lindo o amor que eles sentem por mim também. Como eu disse outro dia no meu Instagram, quem diz que gato é um bicho egoísta e infiel, está falando de si mesmo. São seres cheios de amor e muito companheiros :) Sempre que estou gravando vídeos eles estão ao redor ou no meu colo, vira e mexe rola uma participação especial!

Bowie_Patinhas

Tudo isso pra contar como é importante que esses seres incríveis tenham um lar. Muitos ainda estão em abrigos, principalmente depois de adultos. Todo mundo quer o filhotinho fofinho, mas os adultos também precisam de amor! O Rotaroots fez uma parceria muito legal com a Max da Total Alimentos: além de doar UMA TONELADA de ração para a ABEAC ONG, uma ONG de proteção animal aqui de SP responsável pelo bem estar de cerca de 1100 cães e que sobrevive de doações, nós podemos ultrapassar essa quantidade fazendo doações!

Você pode doar a partir de R$6 pelo link da ONG no programa Max em Ação. A cada doação feita, a Max acrescenta mais 50% em cima.

Legal, né?

Vamos doar e ajudar esses bichinhos a terem uma vidinha digna! Muitos deles foram abandonados ou sofreram maus tratos, e podem ser felizes com a nossa ajuda ou adoção :)

patinhas_ipad12

Pra saber mais sobre o projeto, vá no blog do Rotaroots que tem um post explicando de onde surgiu tudo isso!

cat person VS dog person

gatos são bichos independentes. desconfiados por natureza, solitários por opção. se viram bem sozinhos, mas se entregam facilmente a um cafuné ou um carinho na barriga. porém, quando se acostumam com o conforto de uma mão quente em seus pêlos, podem ficar insuportáveis. são bichos bipolares. querem carinho na hora que querem, e, se não querem, difícil convencer.

cachorros são bichos bobos e alegres. pulam de lá pra cá fazendo festinha, e tem aquela personalidade goofy que é muito fofa. são companheiros, amigos, e não se viram sozinhos. não enterram o próprio cocô, raramente caçam a própria comida. gostam de estar rodeados por seres humanos. são sociáveis. e sorriem.

eu amo bichos, todos eles. mas definitivamente, sou uma cat person. amo gatos, poderia ter um monte, mas tenho só o pipo por enquanto. em partes, porque me identifico com a personalidade do bicho. consequentemente, me identifico mais com amantes de gatos que de cachorros. não gosto de ter que limpar o cocô do quintal. gosto do cafuné dengoso, lento, que vem dos felinos. de chegar chegando por de baixo do braço e me acomodar no colo, ronronando. gosto que seja assim: leve, sem pressão. quando você menos esperar, uma cat person está no seu colo. você a ama e nem percebeu.

(clicque na imagem pra ver maior)