• Home
  • /
  • Beleza
  • /
  • Coletor menstrual, a melhor invenção dos últimos tempos

Coletor menstrual, a melhor invenção dos últimos tempos

Vocês sabem que eu não dou a mínima pra tabu, e menstruação ser um deles é o maior absurdo que existe. Toda (ou quase) mulher menstrua a maior parte da vida. Quem inventou que é algo nojento? Isso mesmo, os homens, que querem que a gente seja um ser depilado, limpo, imaculado e sem cheiro. Migos, chego aqui pra vos dizer: NOT GONNA HAPPEN! A gente sangra, tem cheiros estranhos, solta pum, faz cocô… igualzinho vocês.

COLETOR3

A menstruação é algo super normal, e aqui vai a explicação didática nível “Foi Assim Que Mamis Me Ensinou”: quando você está ovulando, seu corpo prepara uma ~caminha~ pro bebê. Aí você não engravida e essa caminha precisa esvaziar – isso é a menstruação! O sangue é super limpo e SEM CHEIRO – ele só fica com aquele cheiro estranho quando fica em contato com o ar.

Coletor2

Eu sempre achei que tinha o ciclo super intenso, e odiava ficar menstruada. Não consigo ir naquela onda de que temos que amar todas as etapas de ser mulher. Minha menstruação é o maior sofrimento, eu tenho uma TPM horrível que me deixa debilitada, sem conseguir andar e conviver com outras pessoas, e eu sangrava muito e por muitos dias. Pra piorar, eu não consigo usar absorvente interno e o externo às vezes me dá uma espécie de alergia na pele. É uma alergia de contato, muito comum, mas como a gente não pode passar hipoglós e ficar com as pernas abertas pra cima e tem que trabalhar, estudar, etc, acaba se tornando muito incômodo.

Coletor1

Ano passado eu recebi um Holy Cup pra testar, que é um coletor menstrual de formato super maleável. Antes dele, eu tinha tentado uma outra marca chamada InCiclo com o qual eu não me adaptei pois mesmo pegando o tamanho mais indicado (o menor, pra mulheres que não tiveram filhos) eu achei ele muito grande e com o material muito rígido. Achei que incomodou na hora de colocar e tirar. Quando recebi o Holy Cup vi que a diferença era bem nítida – o material é mais macio, ele é mais molinho e menorzinho.

Ah, vale lembrar que esse produto não é um publi. Eu recebi, testei e gostei muito – durante o meu ciclo já mandei mensagem pra várias amigas falando pra elas investirem de tão maravilhada que fiquei! Hahaha.

Fiquei com medo de vazar, porque é muito pequeno, como vocês podem ver nas fotos, e eu sempre acreditei ter o ciclo intenso. Aí que vem a surpresa: com o coletor, você pode ficar até 12 horas – ao contrário do absorvente que deve ser trocado a cada 3 ou 4 horas. Eles sugerem que você tire o coletor pra limpar a cada 6 horas, mas eu estava na rua fazendo mil coisas e esqueci. Acabei ficando as doze horas e o coletor não estava nem na metade. Lavei na pia e coloquei de novo! Simples assim.

Não precisa ter nojo pois é algo que sai do seu corpo e não tem nenhum cheiro. No fim do ciclo, é só ferver por cinco minutos e ele está pronto pra ser reutilizado. Alguns modelos duram até três anos… Ou seja, em vez de comprar absorvente todo mês, você ferve o seu coletor e usa de novo. É MUITO MENOS LIXO sendo descartado e muito menos coisa acumulando no seu banheiro.

Além disso, é muito confortável. Nas primeiras vezes você precisa aprender a colocar, e é fácil, mas quando pega o jeito você não sente nada. Nos primeiros dias usei um protetor de calcinha achando que ia vazar, e é até bom fazer isso enquanto você está aprendendo como colocar… mas não vazou!

Lá nos EUA métodos alternativos de higiene feminina como coletores   menstruais são vendidos em farmácias, normalmente. Aqui, infelizmente ainda não é tão simples encontrar, mas você pode comprar pelo site do Holy Cup, . Custa R$77 e vem em diferentes cores e tamanhos.