Instagram

Follow Me!

late thanksgiving.

existem aqueles dias em que acordo melancólica, como todo mundo tem. e me dá vontade de gritar, de reclamar, de perguntar porquê as coisas são assim. mas eu, sinceramente, decidi não vir aqui reclamar. porque todo mundo sabe o que eu quero, e no fim é o que todo mundo quer mesmo que você morra de medo de assumir. quero alguém que me dê um apelido idiota, e que sorria pra mim antes de dormir. que me abrace quando eu tenho um pesadelo e que me dê boa noite. que faça planos, mesmo que eles nunca aconteçam de verdade. alguém pra sonhar junto. quero me sentir parte de uma vida que não é a minha.

mas parece que encontrar o amor é tão difícil, que o jeito mais gostoso de continuar vivendo é achar o amor em outras coisas. então hoje eu vim aqui agradecer. aos meus amigos, esses sim, que me dão apelidinhos idiotas. me chamam de anjinho, de pequena, de danuxa. que me abraçam, me levam pra tomar cerveja e me amam mesmo quando eu estou mau humorada. que sorriem e cantam músicas lindas. que me ligam num domingo à tarde e fazem um resumo de suas vidas, com seus amores, suas dúvidas.
agradecer aos amores que passaram, às noites felizes que eu já passei ao lado de alguém – e não foram poucas. à todas as músicas que ouvimos juntos, as fotos, os bilhetes, as cartas, as flores.
à minha família. minha mãe vendo que eu estou triste num sábado à noite e me dando uma barra de chocolate.
às pequenas coisas. o açaí com banana, os filmes de terror, a música favorita tocando às quatro da manhã, o vento no rosto dentro do ônibus quando o calor toma conta. meu gato me afofando, os filhotes correndo pra lá e pra cá, um nenê fofo sorrindo pra mim no metrô. as sextas de nerdcasts, descobrir as bandas novas, alguém gostando dos meus desenhos, aos sábados de UFC e pizza. um admirador secreto. aos sonhos, aos planos, às esperanças. perceber que posso ir sozinha ao shopping, ao cinema, e que não preciso que ninguém me diga se essa roupa ficou bonita.

ver que cresci.

 

obrigada.

 

 

obrigada.

 

  • tharita

    as roupas ficam sempre lindas com o seu sorriso!!!

    saudade
    = ***

  • Caramba… Gostei. De verdade. Bem construído, ritmado… e transbordando verdade! Parabéns, acho que esse tipo de texto acontece quando fazemos e nem percebemos. Impulsivo e natural.

  • mt <3!

  • você é linda e eu te amo.

  • Engraçado isso, todos nós estamos a procura da pessoas que tem um “Q” que mudará nossas vidas, essa pessoa pode existir? talvez, seria otimo imaginar alguém do jeito que queremos, igual ao filmes da magia a sedução, a garotinha bota todas as características mais inpossíveis em um feitiço e num passe de mágica (depois de anos claro) e vários amores errados, ela encontra aquele que e capaz de quebrar a maldição que alguns colocam em si mesmo.

    Gostei dessa forma de pensar, achar o amor em outros coisas…